gorete pereira

Apoio de deputada do PR a Camilo gera impasse na sigla

01:00 · 26.01.2018
Image-0-Artigo-2354926-1
A deputada Fernanda Pessoa diz achar "incoerente" o posicionamento exposto por Gorete ( Foto: José Leomar )

Embora tenha enfatizado, ontem, na Assembleia Legislativa, durante evento de anúncio da filiação ao PROS, a boa relação que tem com dirigentes do PR, o deputado Capitão Wagner não escondeu que o fato de sua colega de partido, a deputada federal Gorete Pereira, "caminhar" com o governador Camilo Santana (PT)" pesou para a sua saída.

Na semana passada, a parlamentar declarou ao Diário do Nordeste que vai apoiar a reeleição do governador Camilo Santana (PT), indo na direção contrária do partido, que faz oposição à gestão estadual. Outros membros do PR reclamam do posicionamento de Gorete e cobram uma definição dela junto à cúpula do partido, que deve se reunir, novamente, em fevereiro, para tratar do impasse.

> Capitão Wagner prega 'renovação' no PROS

Após a saída de Wagner do PR, a quem tinha sido oferecido o cargo de presidente da legenda no Estado, o posicionamento de Gorete Pereira a favor do governador Camilo Santana entrou em rota de colisão com alguns correligionários. Isso porque ela sustenta que o petista "está fazendo o máximo pelo Ceará" e diz que só não apoiaria a reeleição dele caso Roberto Pessoa ou o senador Eunício Oliveira (MDB) fossem candidatos ao Governo do Estado.

Eunício, porém, está em busca de manter a sua cadeira no Senado, e Roberto Pessoa deve disputar vaga no Legislativo. A declaração de Gorete incomoda membros do PR. "Ou você é de um lado ou do outro. Espero que ela esteja com a cabeça formada para que o PR seja oposição ao Governo do Estado. Pela questão política, hoje, que as pessoas estão observando, isso é péssimo para o PR. Espero que o partido tome um posicionamento firme em relação à deputada Gorete Pereira, porque eu já tenho o meu posicionamento, que é ser oposição", disse o vereador de Fortaleza, Julierme Sena.

Para o vereador da Capital Márcio Martins, apenas Roberto Pessoa, que assumirá a presidência estadual do PR no lugar de Lúcio Alcântara, poderá minimizar a situação. "Lamento o comportamento, muitas vezes, de alguns republicanos, de não caminharem com as bandeiras que o grupo, hoje, realmente busca, que é a renovação política no Estado do Ceará. Quero aguardar os fatos, mas, como filiado do partido, se isso acontecer (dela ir para a base), me deixa muito triste. Acho que Roberto Pessoa é a pessoa certa para contornar essa situação".

Reunião

Já a deputada estadual Fernanda Pessoa, filha de Roberto Pessoa, fez questão de enfatizar que o posicionamento de Gorete Pereira é "única e exclusivamente dela, não representando o partido que sempre pensa no coletivo". A parlamentar cobrou "gratidão" e "coerência" da colega. "É até estranha essa atitude da deputada, que está junto do meu pai desde o PFL, o meu pai sempre apoiou ela em todas as posições, então acho importante que ela converse com ele", afirmou. "Eu acho um pouco incoerente e o PR é muito coerente nas decisões que ele toma", acrescentou a parlamentar.

Segundo Fernanda Pessoa, o seu pai, Roberto Pessoa, deve se reunir, em fevereiro, com o presidente nacional do PR, Valdemar da Costa Neto, em Brasília, para tratar da questão e, em seguida, ainda no próximo mês, deve realizar uma reunião interna com os membros no Estado.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.