maranguape

Três pessoas são mortas em duplex

01:00 · 12.07.2018
Image-0-Artigo-2425688-1
A principal suspeita da Polícia é que o crime tenha sido motivado pelo fato de um dos rapazes mortos ter deixado a facção Comando Vermelho (CV)

O assassinato de três pessoas, dentro de um duplex no bairro Novo Parque Iracema, em Maranguape, na madrugada de ontem, está sendo investigado pela Polícia Civil do Ceará (PCCE). Nenhum suspeito de cometer o triplo homicídio foi preso, até o fechamento desta matéria.

Cerca de quatro homens entraram na residência, situada na Rua Nilo Campelo, por volta de 4h, e dispararam vários tiros contra as vítimas, segundo informações do comandante da Área Integrada de Segurança (AIS) 12, tenente-coronel Océlio Alves. O casal Leidiane do Nascimento Oliveira, de 35 anos de idade, e Rodolfo de Oliveira Nascimento, 20, e Matheus Barbosa da Silva, 21, morreram no local.

A principal suspeita da Polícia é que o crime tenha sido motivado pelo fato de um dos rapazes mortos ter deixado a facção Comando Vermelho (CV) recentemente, o que não foi aceito pelo conselho local do grupo criminoso, de acordo com o tenente-coronel Alves.

Conforme a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), os suspeitos já se encontravam na residência. Na hora marcada para o crime, dois deles saíram do duplex, enquanto os dois comparsas efetuaram os disparos que matou o trio. Em seguida, a quadrilha fugiu. A oitava pessoa que estava na propriedade era uma criança de apenas dois anos, filha de Leidiane. A SSPDS afirmou que ela não sofreu ferimentos e foi entregue aos cuidados de parentes, após a chegada da Polícia e atendimento do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

Maconha

A Polícia Militar realizou diligências na região, mas não localizou nenhum suspeito de participar do crime. O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), da Polícia Civil, e a Perícia Forense do Ceará (Pefoce) também estiveram no local e realizaram os primeiros levantamentos para a investigação do triplo homicídio. Os investigadores apreenderam uma pequena quantidade de maconha e várias cápsulas de pistola Ponto 40 deflagradas, no duplex.

A Secretaria da Segurança enfatizou que a população pode contribuir com as investigações policiais, com informações que possam ajudar na elucidação do caso: "As denúncias podem ser feitas pelo número 181, o Disque Denúncia da SSPDS, para o (85) 3257-8807, do DHPP, ou ainda para o número (85) 99111-7498, que é o WhatsApp do Departamento".

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.