VIOLÊNCIA

Três mulheres mortas em 72 horas

02:17 · 22.03.2011
Em pouco mais de dois meses e meio, 34 mulheres foram mortas no Ceará
Em pouco mais de dois meses e meio, 34 mulheres foram mortas no Ceará ( FOTO: JOSÉ LEOMAR )
( )
Três mulheres foram vítimas de assassinato, nas últimas 72 horas, no estado do Ceará. As mortes mais recentes aconteceram ontem e domingo (20), na Região Metropolitana de Fortaleza. As mulheres foram identificadas como Vanúzia Pereira da Silva, 32; e Aurilene Carneiro de Lima, 30, mais conhecida como ´Leninha´.

Vanúzia morreu por volta das 6 horas de ontem, após brigar com seu marido, Lucivando Lima Mota. Segundo a Polícia, a discussão aconteceu quando ela voltava embriagada para casa e se deparou, no caminho, com Lucivando, também sob efeito do álcool. O dois acabaram brigando e, na frente do filho, o homem matou a facadas a sua esposa.

No domingo à noite, Aurilene também foi assassinada por um homem, no bairro Santa Fé. No entanto, o criminoso não era seu companheiro. Segundo testemunhas, o acusado, que foi identificado apenas como ´Anderson´, era um vizinho da mulher. Ele teria ido até a casa da vítima reclamar de um som alto que vinha da residência.

Ao entrar na casa, Anderson perguntou por Eliane, companheira da mulher assassinada, para fazer a reclamação. Na ausência de Eliane, o acusado deu seis tiros em Aurilene, que morreu deitada no sofá. Após os disparos, Anderson fugiu.

Segundo populares, Eliane chegou em casa e, ao se deparar com a cena, disse que se vingaria pela morte da companheira.

Interior

Em Barbalha (a 610 Km de Fortaleza), na região do Cariri, Maria Quitéria de Lima, 38, foi morta a facadas na tarde do último sábado (19). O acusado do crime é o marido da vítima, José Nílton Limeira, 42. Ele também fugiu após o crime.

Só em 2011, a Coordenadoria de Medicina Legal (Comel) já registrou, no Ceará, 34 casos de homicídios em que as vítimas foram mulheres.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.