investigação

Suposto executor de humorista é detido

01:00 · 06.06.2018
Image-0-Artigo-2409992-1
Segundo a Polícia, 'Fonsequinha' não era o alvo da ação criminosa, que visava apenas ao passageiro dele

O segundo suspeito de participar do duplo homicídio, que vitimou o humorista e prestador de serviços de transporte por meio de um aplicativo, Francisco Fonseca Neto, conhecido como 'Fonsequinha', 52 anos; e o passageiro Robson Borges da Silva Filho, 24, no último dia 2 de maio, foi preso, na última segunda-feira (4). De acordo com a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), o homem foi detido em uma abordagem realizada pela PM, no Conjunto Prefeito José Walter, em Fortaleza.

A identidade do preso não foi divulgada, mas a Pasta revelou que ele tinha um mandado de prisão em aberto pelos homicídios. "Mais detalhes serão repassados no momento oportuno para não comprometer os trabalhos policiais", informou a SSPDS. Outro criminoso, já identificado, continua foragido.

O homem apontado pela Polícia Civil como o responsável por efetuar os disparos que mataram 'Fonsequinha' já havia se entregado à Polícia, no dia 11 de maio último. A identidade dele também não foi revelada.

O humorista estava no local errado, no momento errado, conforme as investigações. De acordo com a Polícia Civil, o alvo dos criminosos seria apenas o passageiro do veículo, Robson Filho, que já respondia por roubo, tráfico de drogas e homicídio.

As vítimas foram interceptadas e mortas dentro do automóvel do humorista, na Rua Joaquim dos Anjos, na noite do dia 2 de maio. No momento, 'Fonsequinha' estava trabalhando e estava atendendo um chamado que recebeu pelo aplicativo, ao qual prestava serviços.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.