Sequência de assassinatos na RMF - Polícia - Diário do Nordeste

CRIMINALIDADE

Sequência de assassinatos na RMF

28.07.2011

No Henrique Jorge, a vítima era Francisco Roberto Souza Queiroz, 35, que estava com uma motocicleta roubada um dia antes
No Henrique Jorge, a vítima era Francisco Roberto Souza Queiroz, 35, que estava com uma motocicleta roubada um dia antes
No João XXIII, Raimundo Salésio Gomes da Silva foi fuzilado com dez tiros quando trafegava na Rua Boa Vista
No João XXIII, Raimundo Salésio Gomes da Silva foi fuzilado com dez tiros quando trafegava na Rua Boa Vista
FOTOS: NAVAL SARMENTO
Vários crimes de morte movimentaram o plantão policial na noite da última terça-feira. Mas ninguém foi preso

A Grande Fortaleza viveu uma noite de terça-feira de bastante violência. Pelo menos, quatro pessoas foram assassinadas no período entre as 19 horas e a meia-noite. A maioria das vítimas dos crimes de morte era formada por jovens. Nenhum dos acusados dos quatro homicídios foi preso.

Um dos casos aconteceu logo no começo da noite, no bairro Henrique Jorge, onde um homem, identificado como Francisco Roberto Souza Queiroz, 35, foi abatido, a tiros, quando se encontrava ao lado de uma moto que havia sido roubada no dia anterior. O crime aconteceu na porta de um bar situado na Rua Aracaju. A moto que Queiroz utilizava estava com placa clonada, segundo informações de policiais do Ronda. O rapaz era irmão de um PM.

O segundo crime aconteceu no distrito de Capuã, no Município de Caucaia (Região Metropolitana de Fortaleza), onde Marcílio Rodrigues de Andrade, um jovem de 22 anos, tombou sem vida ao ser atingido por vários disparos de revólver. O assassinato ocorreu na frente de uma pequena mercearia. Dois homens praticaram o homicídio e fugiram numa moto. A vítima não tinha antecedentes criminais, conforme a Polícia. Marcílio foi baleado seis tiros com tiros de revólver calibre 38.

O terceiro homicídio teve como vítima um adolescente. Tratava-se de Pedro Ítalo da Conceição, 14. Por volta das 21 horas, ele foi assassinado na Rua Araguari, no Jardim Violeta, no Barroso. Policiais da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) estiveram no local e descobriram que o crime deveu-se a uma discussão por conta de futebol. O garoto trafegava de bicicleta quando foi baleado e caiu morto ali mesmo.

Raimundo Salésio Gomes da Silva, 21, um jovem conhecido por ´Neném´, tornou-se a quarta vítima da onda de homicídios na Grande Fortaleza na noite de terça-feira. Ele foi executado, também a tiro, quando trafegava em uma moto de placa HUX-9171.

Fichado

Naquele momento, por volta das 22 horas, Silva ensinava a namorada a pilotar o veículo, quando foi atacado por dois homens que chegaram no local em um Gol verde. O crime aconteceu na Rua Boa Vista, no bairro João XXIII. Os criminosos dispararam, nada menos, que dez tiros contra a vítima, que teve morte instantânea. Salésio, conforme a Polícia, tinha uma extensa ficha criminal, que incluía roubo, formação de quadrilha,

Na noite de ontem, um homem, foi baleado quando transitava pela esquina das ruas Rincão e Maria Clara, no Jardim Iracema. Quando uma equipe do Samu chegou ao local atestou que a vítima já estava morta. Até o fechamento da edição, a identificação da vítima não tinha ainda sido fornecida pela Polícia no local do crime.

Comente essa matéria


Editora Verdes Mares Ltda.

Praça da Imprensa, S/N. Bairro: Dionísio Torres

Fone: (85) 3266.9999