Radialista é assassinado no Centro de Jaguaribe - Polícia - Diário do Nordeste

Denúncias e ameaças

Radialista é assassinado no Centro de Jaguaribe

22.02.2013

O radialista Mafaldo Bezerra Goes, 61, foi morto, por volta de 8 horas da manhã de ontem, no Centro da cidade de Jaguaribe (291Km de Fortaleza), onde morava. Mafaldo trabalhava na rádio FM Rio Jaguaribe , na qual apresentava um programa policial que ia ao ar ao meio-dia.

Mafaldo Bezerra Goes, 61, foi morto quando seguia de sua residência para a emissora de rádio FOTO: REPRODUÇÃO


De acordo com informações da Polícia, a vítima seguia a pé para a emissora quando foi abordada na rua por dois homens que trafegavam em uma motocicleta Honda, modelo Bros, de cor preta. Eles atiraram com um revólver e uma pistola e fugiram, deixando para trás a moto e duas camisas vermelhas que vestiam no momento da execução.

A delegada Vera Lúcia Granja, da Delegacia Regional, disse que o veículo usado pelos atiradores estava com uma placa falsa e havia sido roubado, há cerca de um mês, no Distrito de Feiticeiro, no mesmo Município.

A delegada disse também, que seis pessoas, que foram apontadas como possíveis envolvidas, foram encaminhadas para fazer teste de parafina, que irá atestar se alguma delas efetuou disparos de armas de fogo nas últimas horas. A Polícia acredita que a morte pode estar ligada às denúncias que o radialista fazia constantemente em seu programa. "Em dezembro de 2012, dois irmãos foram mortos em um latrocínio aqui na cidade e ele passou a apontar nomes de suspeitos na rádio. Depois de ser morto é que soubemos que ele vinha recebendo ameaças. Vamos apurar tudo durante as investigações".

Delegada de Jaguaribe, Vera Granja, já identificou suspeitos de envolvimento no assassinato FOTO: ALEX PIMENTEL


Vera Granja disse ainda, que uma quadrilha que tem envolvimento com muitos homicídios e tráfico de drogas na Região, era "apontada e delatada por ele com frequência, e isto pode ter motivado o crime".

O secretário da Segurança Pública e Defesa Social, coronel Francisco Bezerra, informou ao Diário do Nordeste que está acompanhando de perto o caso e determinou ao delegado geral da Polícia Civil, Luiz Carlos Dantas, e ao delegado regional de Jaguaribe, Edmar Granja, empenho na elucidação do crime.

Comente essa matéria


Editora Verdes Mares Ltda.

Praça da Imprensa, S/N. Bairro: Dionísio Torres

Fone: (85) 3266.9999