´GARANTIA SAFRA´

PF busca provas do desvio de recursos

03:00 · 18.02.2011
( )
Cedro Tempo fechado, ontem, pela manhã, nesta cidade, localizada na Região Centro-Sul do Ceará (a 410Km de Fortaleza). No Céu, nuvens escuras, de chuva, e na terra, agentes da Polícia Federal (PF), fortemente armados e usando coletes pretos, cumpriram mandados de busca e apreensão em 12 domicílios e nas secretarias de Agricultura, Ação Social e na sede da Prefeitura. A ´Operação Conífera´ da PF teve por objetivo desarticular suposto esquema de desvios de recursos públicos federais do programa Garantia Safra.

A operação foi desencadeada em parceria com a Controladoria Geral da União (CGU) e Ministério Público Federal (MPF). Um grupo de 50 agentes da PF e 13 servidores da CGU cumpriu os mandados de busca e apreensão na manhã de ontem. A ação começou cedo, por volta das 7 horas. Foram recolhidos das repartições públicas e das casas documentos e computadores.

A Justiça investiga possível desvio de recursos do programa Garantia Safra, do Ministério do Desenvolvimento Agrário, em 2008 e 2009. Na época, a denúncia foi apresentada por quatro vereadores da oposição e foi aberto inquérito civil público na justiça local por iniciativa do Ministério Público Estadual.

De acordo com as denúncias, 12 pessoas desviavam de forma ilegal recursos do programa que é destinado a pequenos produtores rurais que sofrem perda de, pelo menos, 50% da safra da agricultura familiar por intempéries climáticas.

Dentre os beneficiários do esquema, segundo a CGU, estão servidores municipais, parentes deles, prestadores de serviço à Prefeitura e até comerciantes. Desde o início da apuração, as autoridades excluíram do cadastro 160 pessoas que não atendiam aos critérios do programa. Segundo o delegado Alan Robson, os acusados podem ser condenados por estelionato, peculato, formação de quadrilha e corrupção ativa e passiva.

HONÓRIO BARBOSA
REPÓRTER

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.