Desdobramento

Uma mulher é presa no Ceará em operação da PF

A suspeita foi levada à sede da Pefoce e está detida, sob custódia na sede da Superintendência Regional no Ceará

17:39 · 13.07.2018 / atualizado às 18:28

A Polícia Federal deflagrou, nesta sexta-feira (13), a Operação Hefesto, com a finalidade de reprimir crimes previdenciários. Houve diligências em quatro cidades do Brasil, duas no Maranhão e o restante em Fortaleza e Caucaia, no Estado do Ceará. Uma das prisões aconteceu no Ceará.

Segundo a assessoria de comunicação da superintendência regional local, a capturada foi uma mulher, de identificação não revelada. Dentro do Estado, também foram cumpridos dois mandados de busca e apreensão, um em Caucaia e outro na Capital. Dentre o material recolhido há documentos e aparelhos de informática.

A suspeita detida foi levada à sede da Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) e, em seguida, recolhida sob custódia na sede da Superintendência Regional no Ceará. Três Autos de Qualificação e Interrogatórios foram formalizados contra um trio de suspeitos de fraude previdenciária, associação criminosa e falsificação de documento público. A assessoria não especificou em qual dos municípios cearenses aconteceu a prisão.

De acordo com a Superintendência Regional do Maranhão, a operação aconteceu em regime de força-tarefa, com auxílio da Secretaria da Previdência do Ministério da Fazenda e Ministério Público Federal. No Estado do Ceará, 10 policiais federais participaram dos trabalhos.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.