Esquema criminoso

Trio que solicitava motoristas via aplicativo para cometer crimes é capturado

Os motoristas eram rendidos pelos suspeitos com uma faca, ao chegar no local solicitado

22:03 · 16.05.2018 / atualizado às 22:04
Lourdniz Ribeiro Lima (20)
Lourdniz Ribeiro Lima não tinha passagem pela polícia ( Foto: SSPDS/divulgação )

Três suspeitos de cometerem roubos e pequenos sequestros a motoristas de aplicativos de transporte, no Eusébio, Área Integrada de Segurança 13 (AIS 13), foram capturados pela Polícia Civil, após investigações empregadas por equipes da Delegacia Metropolitana de Eusébio. O esquema criminoso foi desarticulado, nessa terça-feira (15). 

De acordo com a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), um adulto e dois adolescentes solicitavam um motorista via aplicativo, rendiam a vítima com uma faca e faziam compras em lojas utilizando os cartões e as senhas das vítimas. Todas as corridas tinham como origem o bairro Tamatanduba, no Eusébio, mesmo local onde os suspeitos moravam.

Segundo a Polícia Civil, "as vítimas eram atraídas para realizar as corridas, mas quando chegavam no local indicado pelo solicitante, eles eram abordados pelo grupo". Diante dos relatos, os policiais civis intensificaram as apurações que levaram a identificação do trio: Lourdniz Ribeiro Lima (20) e dois adolescentes de 15 e 16 anos. Nenhum deles tinha passagem pela Polícia.

Falsa corrida

Após abordarem a vítima, o grupo rendia o motorista com uma faca ou colocava a vítima no bagageiro do carro. Enquanto isso, o trio usava os cartões das vítimas para comprar celulares e relógios, em lojas de centros comerciais em Fortaleza. Em uma das ações criminosas, os suspeitos compraram dois celulares

No dia da captura do grupo, os celulares foram apreendidos pelos policiais. Após as compras, os infratores largavam os motoristas e levavam o carro para venda. Em depoimento na delegacia, o trio confessou ter feito, pelo menos, cinco vítimas. Segundo a Polícia, dois veículos foram recuperados e já restituídos aos seus proprietários.

A Polícia Civil continua investigando o local para onde os carros roubados eram destinados e para descobrir se os criminosos fizeram outras vítimas. A Polícia Civil orienta a população "a reconhecer o grupo e buscar uma delegacia para registrar o fato".

Lourdniz foi autuado nos crimes de receptação, associação criminosa e por corrupção de menor. Em relação aos adolescentes, foi lavrado um ato infracional análogo ao crime de receptação em desfavor deles.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.