Latrocínio

Suspeito de matar PM em assalto a empresa de ônibus é preso

Quatro suspeitos de integrarem a quadrilha continuam foragidos

15:39 · 19.06.2017 / atualizado às 16:14
suspeito pm
DHPP divulga identidade do suspeito de matar PM Isidoro Alves ( Foto: Reprodução )

O suspeito de desferir o tiro que matou o sargento da Reserva Remunerada da Polícia Militar do Ceará, Isidoro de Paiva Alves, 57, foi preso pela Polícia, na última sexta-feira (16), no bairro Pirambu, em Fortaleza, ao ser reconhecido por uma composição policial. A prisão foi divulgada em coletiva de imprensa na Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), da Polícia Civil, nesta segunda (19).

O latrocínio aconteceu no dia 28 de maio, quando um bando tentou assaltar uma empresa de ônibus, localizada no bairro Cidade Nova, em Maracanaú. O sargento da PM reagiu à ação e foi baleado por Rafael dos Santos Monteiro, 31.

Um comparsa de Rafael, Narciso Silveira Rodrigues, 29, já havia sido preso pela Polícia. Continuam foragidos Roniele Avelino Carvalho, o 'Cara de Porco', 25; um homem conhecido apenas como 'Primo'; outro identificado por 'Neguinho do Recife'; e um adolescente.

Rafael Monteiro irá responder pelos crimes de latrocínio majorado, associação criminosa e corrupção de menores. Como apresentou identidade falsificada ao ser abordado pela Polícia, ele também foi detido por uso de documento falso. Rafael tinha antecedente criminal de tráfico de drogas.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.