Ação ousada

Suspeito de atacar destacamento da PM em Lavras da Mangabeira é preso

Adson Machado Férrer, lutador de MMA, foi detido com uma arma de fogo, droga e pássaros silvestres

Revólver calibre 38 e pequena quantidade de droga foram apreendidos pela Polícia ( Foto: Richard Lopes )
09:27 · 11.05.2018 / atualizado às 09:45
Prédio onde funciona o destacamento da Polícia Militar e a delegacia da Polícia Civil, em Lavras da Mangabeira, foi atacado no último dia 29 de abril ( Foto: VCrepórter )

O suspeito de atacar o prédio onde funciona o destacamento da Polícia Militar e a delegacia da Polícia Civil, em Lavras da Mangabeira (a 424 km de distância de Fortaleza), no último dia 29 de abril, foi preso nesta sexta-feira (11), no Município.

Adson Machado Férrer, de 24 anos de idade, lutador de MMA (artes marciais mistas), foi detido em uma residência no bairro Caixa d'Água, onde as polícias Civil e Militar cumpriram um mandado de busca e apreensão, no início do dia, segundo informações do titular da Delegacia, delegado Henrique Gurgel.

No imóvel, os policiais encontraram um revólver calibre 38 municiado, pequena quantidade de maconha e pássaros silvestres. Adson acabou preso em flagrante por porte ilegal de arma de fogo, porte de droga para consumo próprio e crime ambiental.

O suspeito confessou participar do ataque ao destacamento da PM e justificou que estava alterado por uso de drogas, de acordo com o delegado Gurgel. Devido a ação criminosa, ele também será autuado pelos crimes de dano qualificado e corrupção de menores, já que agiu junto de um adolescente.

Ainda segundo o titular da Delegacia de Lavras da Mangabeira, o lutador de MMA foi o autor dos disparos contra a o prédio público, enquanto o seu comparsa apenas dirigia a motocicleta. O adolescente chegou a ser ouvido pela Polícia, mas foi liberado.

*Com informações do colaborador Richard Lopes.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.