Por buraco na parede

Presos tentam fugir da CPPL II na madrugada deste domingo (22)

Os presos conseguiram chegar à área externa, mas foram vistos pelos agentes que faziam a guarda da muralha e impediram a fuga

O Grupo de Ações Penitenciárias (GAP), grupo especializado de intervenção prisional, foi acionado para auxiliar na condução dos internos de volta para a vivência e fazer o isolamento do local ( Foto: Cid Barbosa )
11:56 · 22.04.2018 / atualizado às 14:02

Um grupo de internos da Casa de Privação Provisória de Liberdade Professor Clodoaldo Pinto (CPPL II), em Itaitinga, tentaram fugir da unidade por meio de um buraco na parede. Os presos conseguiram chegar à área externa, mas foram vistos pelos agentes penitenciários, que faziam a guarda da muralha e impediram a fuga.

O Grupo de Ações Penitenciárias (GAP), grupo especializado de intervenção prisional, foi acionado para auxiliar na condução dos internos de volta para a vivência e fazer o isolamento do local, de acordo com nota enviada pela Secretaria da Justiça e Cidadania do Estado (Sejus).

"A Secretaria da Justiça e Cidadania do Estado informa que agentes penitenciários frustraram uma tentativa de fuga de internos da Casa de Privação Provisória de Liberdade Professor Clodoaldo Pinto (CPPL II), na madrugada deste domingo (22). Os internos fizeram um buraco na parede e conseguiram chegar à área externa, onde foram vistos pelos agentes que faziam a guarda da muralha. O Grupo de Ações Penitenciárias (GAP), grupo especializado de intervenção prisional, foi acionado para auxiliar na condução dos internos de volta para a vivência e fazer o isolamento do local. Ninguém conseguiu fugir", diz a íntegra da nota enviada pela Sejus.

No final de semana passado, a unidade prisional também registrou tentativa de fuga. Na ocasião, os internos tentaram quebrar uma parede da cela, mas tiveram o plano frustado pelos agentes prisionais, que chegaram a tempo.

Detentos  construíam túnel na CPPL III

Uma tentativa de fuga também foi frustrada, na madrugada deste domingo, por agentes penitenciários da Casa de Privação Provisória de Liberdade Professor José Jucá Neto (CPPL III), em Itaitinga. 

Conforme a SSPDS, os agentes plantonistas, durante uma ronda, identificaram que um grupo de internos estava trabalhando na construção de um túnel.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.