Uniseg 5

Policiamento será dobrado em Messejana com nova Unidade Integrada de Segurança

A instalação da Uniseg 5 foi realizada na manhã deste sábado (14), com a presença do governador Camilo Santana e da cúpula de Segurança do Estado

11:56 · 14.04.2018 / atualizado às 14:26
Camilo
Durante o evento, apesar de apostar no trabalho preventivo como solução possível para a Segurança Pública, o governador Camilo Santana defendeu prisão perpétua para condenados de homicídio ( Foto: Helene Santos )

Foi instalada, na manhã deste sábado (14), uma nova Unidade Integrada de Segurança (Uniseg) em Fortaleza, na região que inclui os bairros Messejana, Pedras, Ancuri, Barroso e Santa Maria. A área contava com um efetivo de 110 policiais militares para cobrir uma área de sete bairros, e deverá ter, agora, 226 agentes de segurança em atuação nessas cinco localidades citadas.

Durante o evento, apesar de apostar no trabalho preventivo como solução possível para a Segurança Pública, o governador do Estado, Camilo Santana, defendeu prisão perpétua para condenados de homicídio. “Como é que alguém que tira a vida de outra pessoa tem progressão de pena? Quem tira a vida de alguém tem que passar a vida inteira na cadeia”, exclamou, informando que o Estado “está comprando 13 mil novas armas – rifles, carabinas e automáticas vindas dos Estados Unidos – para preparar a Polícia Militar cearense", completa.

Além disso, 600 novas viaturas serão colocadas nas ruas em sistema de locação, não mais de compra. "Quando bate uma viatura, passa um, dois, três meses em uma oficina e quem perde é a população", destaca Camilo. "Essas viaturas alugadas, se baterem, se quebrarem, a empresa tem a obrigação de 24h colocar uma viatura nova, para não deixar faltar", acrescenta.

Nova unidade

Além do aumento da equipe ostensiva e comunitária na Grande Messejana, o comandante do Policiamento da Capital, coronel Fernando Albano, contabiliza que o número de viaturas circulando nos bairros passará de seis a 11, trabalho complementado por nove motocicletas e uma Base Móvel da Polícia Militar do Ceará.

A nova Base, conforme o Governo, poderá registrar Boletins de Ocorrência online, sem que a população precise ir a um Distrito Policial. A nova Uniseg reúne ainda uma Delegacia de Polícia Civil, uma Companhia da Polícia Militar (PMCE) e um Quartel do Corpo de Bombeiros.

Ainda durante a solenidade, Santana classificou a violência como “o maior desafio do País e de qualquer cidade do continente”, culpabilizando o Governo Federal pelo agravamento da questão no Brasil. “Não produzimos drogas pesadas: a cocaína vem da Bolívia, a maconha vem do Paraguai. O Brasil não produz armas pesadas, mas de vez em quando a PM apreende aqui no Ceará AK-47 da Rússia. Estados e Municípios não têm responsabilidade de proteger fronteiras”.

Próximo lançamento

Esta Uniseg é a sexta lançada em Fortaleza e a sétima no Estado. No dia 20 de abril, em Juazeiro do Norte, será inaugurada outra Unidade fora da Capital. Atualmente estão em funcionamento: Uniseg 1 (Vicente Pizon, Cais do Porto e Mucuripe), Uniseg 2 (Meireles, Aldeota, Praia de Iracema e Varjota), Uniseg 3 (Conjunto Ceará I e II e Genibaú), Uniseg 4 (Bom Jardim, Granja Lisboa, Siqueira e Canindezinho), Uniseg 14 (Antonio Bezerra e nove bairros), além de uma unidade em Sobral. Ao todo, a capital será dividida em 25 Unisegs. A escolha das sedes e bairros é feita pelo índice de criminalidade. 

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.