Receptação qualificada

Polícia prende empresários suspeitos de receptação de carga avaliada em R$ 220 mil

Café, ração e vários produtos eletrônicos estão entre o material apreendido pela polícia

16:08 · 10.04.2018 / atualizado às 19:11
preso
Com Francisco Wellington Alcântara Pereira, foi encontrada parte de uma carga de café. Ele já atuava na mesma linha de crime desde 2005 ( Divulgação )
Um trabalho conjunto das Polícias Civil e Militar culminou na recuperação de cargas roubadas e também nas prisões de três suspeitos, entre eles, dois empresários que são investigados por receptarem o carregamento.
 
De acordo com informações da Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos e Cargas (DRFVC), divulgadas nesta terça-feira (10), dois caminhões e uma kombi foram apreendidos; os veículos foram encontrados no Parque Potira, em Caucaia. Segundo a polícia, a carga apreendida foi avaliada em R$ 220 mil.
 
"Os dois caminhões foram encontrados em um galpão, em Caucaia. Um deles estava completamente descaracterizado, e servia para a realização de outros delitos", afirmou o delegado titular da Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos e Cargas (DRFVC), Diego Barreto
 
Manuel Nelson Rabelo Júnior, 47; José Elmas de Queiroz, 56; e Francisco Wellington Alcântara, 57, devem responder por receptação qualificada. A polícia chegou aos suspeitos após denúncia anônima que informava sobre repasse de produtos a comerciantes sem comprovante fiscal. 
 
Com Francisco Wellington Alcântara Pereira foi encontrada parte de uma carga de café. Ele atuava na mesma linha de crime há 15 anos e era responsável pela logística das ações. Além das cargas de café, ração e vários produtos eletrônicos estão entre o material apreendido. 
 
A Polícia Civil identificou outros integrantes da quadrilha e continuará investigando o caso. As vítimas já foram restituídas.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.