'Contumácia'

Operação desarticula quadrilha que fraudava Seguro DPVAT no Interior

Um empresário, que já respondia cerca de 50 processos criminais por estelionato, e um funcionário do Hospital de Santa Quitéria foram presos

18:31 · 09.08.2018 / atualizado às 18:51
Santa Quitéria
Vários documentos, celulares e computadores foram apreendidos ( Foto: Reprodução/Instagram )

A Polícia Civil deflagou, nesta quinta-feira (9), a operação "Contumácia", que desarticulou uma quadrilha que fraudava o Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres (DPVAT), no Interior do Estado. Duas pessoas foram presas e nove mandados de busca e apreensão foram cumpridos.

Segundo informações da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), cerca de 70 policiais participaram da ação. José Galvani Braga Sales, de 54 anos, e Raimundo Gilberto Magalhães Gurgel, 57, foram presos. José Galvani é apontado como chefe da organização criminosa . Ele já respondia a cerca de 50 processos criminais por estelionato e também será indiciado por lavagem de dinheiro.

Já Raimundo Gilberto trabalha há cerca de dez anos no arquivo do Hospital de Santa Quitéria e facilitava as fraudes. Com ele, foram apreendidos vários documentos médicos com assinaturas falsas. Ele foi autuado em flagrante por falsidade ideológica de documento e material. Computadores e celulares também foram confiscados para perícia. Os presos foram encaminhados para a Delegacia Municipal de Santa Quitéria. 

Investigação

A investigação foi iniciada após a Seguradora Líder, responsável pela gestão do DPVAT, identificar 600 tentativas de fraudes ao Seguro na região, que representam cerca de R$ 400 mil. A investigação da Pollícia continuará em bucas de oturas pessoas envolvidas na quadrilha.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.