Aliviar Delegacias

Novo presídio em Aquiraz terá capacidade para 568 presos

O novo presídio receberá os presos que estão nos cárceres das delegacias da Capital e Região Metropolitana de Fortaleza

O CDP será administrado pela Secretaria da Justiça e Cidadania do Estado (Sejus) ( Foto: Reinaldo Jorge )
16:39 · 28.06.2018 / atualizado às 18:18

O Governo do Estado do Ceará entregou, nesta quinta-feira (28), uma nova unidade prisional no Complexo Penitenciário de Aquiraz, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). O Centro de Detenção Provisória (CDP) tem capacidade para receber 568 detentos e conta com áreas para cárceres em regime especial, disciplinar diferenciado e celas comuns.

O presídio receberá os presos que estão alocados em delegacias da Polícia Civil na Capital e RMF. O CDP será administrado pela Secretaria da Justiça e Cidadania do Estado (Sejus).

Segundo a presidente em exercício do Sindicato dos Policiais Civis (Sinpol), Ana Paula Cavalcante, o presídio amenizará a superlotação de presos nas delegacias. "Preso em delegacia é um risco. Nós temos cerca de 50 delegacias na Capital e Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), próximo a escolas, hospitais. Isso é um risco para sociedade", ressaltou.

Atualmente, há aproximadamente 649 presos em delegacias da Capital e RMF. Quando questionada sobre a diferença entre a capacidade do CDP  e o número de presos em delegacias, Cavalcante disse esperar que as audiências de custódias compensem esse déficit ao soltar alguns. As delegacias tem 81 presos a mais do que a capacidade da nova unidade prisional.

Diferentes regimes

As 568 vagas no Centro de Detenção Provisória são distribuídas entre trê áreas distintas - sendo 48 para prisão em regime especial, 28 para regime disciplinar diferenciado (RDD) e as 492 vagas restante para presos em celas comuns.

O CDP també receberá presos que já passaram pelo Centro de Triagem e Observação Criminológica (CTOC) e aguardam encaminhamento para as grandes unidades prisionais.

Complexo Penitenciário

No Complexo Penitenciário de Aquiraz funcionam, também, o CTOC, o Instituto Penal Feminino Desembargadora Auri Moura Costa e Unidade Prisional Irmã Imelda Lima Pontes.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.