fuga

Mulher é resgatada de suposto cárcere privado e tenta fugir das autoridades

Conforme informações concedidas pela PM, as autoridades receberam uma denúncia anônima de que uma mulher estaria sendo mantida em cativeiro

13:44 · 15.07.2017 / atualizado às 14:00
Delegacia Metropolitana de Caucaia
Fachada da Delegacia Metropolitana de Caucaia ( Foto: Diário do Nordeste )

Uma mulher, de identidade não divulgada, foi conduzida à Delegacia Metropolitana de Caucaia, na última sexta-feira (14), após policiais a resgatarem de uma suposta situação de cárcere privado. Porém, durante a ocorrência, a suposta vítima tentou fugir da viatura momentos antes de ser conduzida até a delegacia. A mulher se escondeu em um matagal, contudo, foi detida pelas autoridades. 

Como aconteceu

As autoridades receberam uma denúncia anônima de que uma mulher estaria sendo mantida em cativeiro — amarrada, sedada e com sinais de tortura — em uma residência localizada no bairro Parque Leblon. Entretanto, de acordo com informações de uma policial civil, as autoridades perceberam que a mesma tinha plenas condições de sair do imóvel, e que não estava imobilizada.

A mulher, que tem entre 18 a 20 anos, supostamente estava desacordada quando policiais chegaram e afirmou que teria sido dopada por dois homens desconhecidos. O motivo do cárcere seria, segundo ela, devido a traficantes da região estarem a monitorando, no objetivo de saber se a mesma estaria concedendo informações às autoridades sobre supostas ações ilícitas que aconteciam na região.

A mulher registrou um Boletim de Ocorrência e a Polícia Civil segue em diligências, no intuito de elucidar as informações sobre a ação. Ninguém foi preso e nenhum material foi apreendido.

As informações são da TV Diário.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.