Mil alianças levadas

Mulher é presa sob a suspeita de furtar joias avaliadas em R$ 500 mil

A gestante capturada afirmou que o crime foi ordenado pelo seu namorado, atualmente interno em uma unidade prisional da Região Metropolitana de Fortaleza (RMF)

16:18 · 14.03.2018 / atualizado às 16:33

Uma mulher, identificada pela Polícia Civil como Mayara Sabrina Pereira Correia, foi presa sob a suspeita de ter participado de um furto contra joalheria localizada no Centro de Fortaleza. A capturada teria levado joias avaliadas em R$ 500 mil, incluindo mais de mil alianças e relógios.

De acordo com a Delegacia de Roubos e Furtos (DRF), Especializada responsável pela investigação, o furto aconteceu na madrugada do último domingo (11). A suspeita, grávida de seis meses, foi detida nessa terça-feira (13), em uma residência do bairro Maraponga, portando identidade falsa.

A Polícia localizou a mulher por meio da análise das imagens das câmeras de segurança dos estabelecimentos vizinhos. Segundo a DRF, na casa de Mayara, foram encontradas maconha e cocaína. Com isso, ela foi autuada por furto qualificado, tráfico de drogas e uso de documento falso.    

Ação planejada

Em depoimento, Mayara Sabrina teria dito às autoridades que toda a ação foi planejada pelo seu namorado. Segundo ela, o homem está detido em uma unidade prisional da Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). Ele é quem teria indicado como todo o crime deveria acontecer e designou um outro criminoso para participar do furto.

Até o momento, o suspeito que acompanhou Mayara na madrugada do crime foi identificado apenas como 'Magão'. Ele segue foragido. A Especializada informou que a investigação acerca do detilo continua. Parte das joias foi recuperada.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.