Situação deplorável

Mulher é presa por maltratar e manter três filhos em cárcere privado

No município de Redenção (CE), crianças foram encontradas em meio ao lixo e à casa suja de fezes

19:53 · 15.03.2018 / atualizado às 20:22
Uma mulher identificada como Daniele Alves de Lima, de 24 anos, foi presa, nesta quinta-feira (15), em Redenção, município distante 55 quilômetros de Fortaleza, por maus tratos aos filhos - sendo uma menina de cinco anos e um casal de gêmeos de dois anos.
 
De acordo com a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), a acusada foi detida após deixar as três crianças sozinhas em casa, em estado deplorável de higiene, com lixo por todo lado, fezes e roupas sujas. Para fazer o resgate, agentes de segurança, juntamente com o Conselho Tutelar, arrombaram a porta da residência. 
 
A polícia tomou conhecimento do fato após denúncia anônima registrada no Centro de Operações da Polícia Militar (Copom).
 
Ao chegar à residência, a composição encontrou o local fechado, sem sinal das crianças. Foi necessário forçar os cadeados para entrar na casa, na sala, cozinha e banheiro - que quase não tinha mais espaço para tanto lixo.
 
As crianças foram encontradas dentro do quarto, onde havia rastros de fezes por todo lado. De acordo com o cunhado e vizinho da suspeita, ela costumava deixar as crianças sozinhas e, mesmo quando estava em casa, permanecia com as portas e janelas fechadas.
 
Prisão
 
Os policiais fizeram buscas pelas redondezas e encontraram a suspeita, Daniele Alves de Lima, sentada em uma parada de ônibus. No ato, ela foi abordada e presa em flagrante por maus-tratos, abandono de incapaz, cárcere privado e sequestro, sendo conduzida para a Delegacia de Redenção.
 
De acordo com levantamentos policiais, Daniele criava as crianças sozinha, após seu companheiro e pai das crianças ter sido preso; ela não teria familiares na cidade, pois toda sua família mora em Manaus.
 
As crianças foram encaminhadas para o Conselho Tutelar, onde serão tomadas as medidas necessárias.

 

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.