Golpe

Mulher é indiciada por furtar celulares em igrejas da Capital

Em depoimento, a suspeita teria confessado que desde criança tinha o hábito de subtrair as coisas alheias

19:59 · 17.04.2018 / atualizado às 21:16
furto aldeota
A Polícia Civil acredita que com a divulgação da imagem da mulher surjam mais vítimas ( Foto: Divulgação/Polícia Civil )

Uma mulher, identificada como Luziana Lima Bezerra, de 24 anos, foi indiciada sob a suspeita de furtar celulares em igrejas e cursinhos preparatórios em Fortaleza. Segundo a Polícia Civil, ela pedia o celular emprestado e, em seguida, afastava-se e sumia com o aparelho.

De acordo com as investigações do 2º Distrito Policial (Aldeota), sete pessoas já compareceram à delegacia relatando terem sido vítimas da mulher. Uma delas contou que teve seu celular levado pela investigada durante uma aula inaugural para um concurso público.

Nas igrejas, Luziana dizia que precisava sair do ambiente em razão do barulho. “Acreditamos que existam mais vítimas e que estas aparecerão com a divulgação da foto de Luziana. Em depoimento, ela confessou o crime e afirmou que desde criança tinha o hábito de subtrair as coisas alheias", disse o delegado Carlos Teófilo.

A Polícia Civil orienta que outras vítimas que reconhecerem a suspeita devam procurar o 2ºDP para formalizar um procedimento. A sede está localizada na Rua Costa Barros, 1971, no bairro Aldeota. A suspeita não foi presa porque não houve nenhum flagrante das ações. 

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.