Av. Oliveira Paiva

Mulher é baleada por policial durante perseguição e está em estado grave no IJF

A filha da vítima disse que a mãe pensou se tratar de um assalto e por isso não obedeceu à ordem de parada

00:33 · 12.06.2018 / atualizado às 10:02
Foto
A vítima foi atingida na Av. Oliveira Paiva durante perseguição ( Foto: Cleber Cavalcanti )

Um mulher foi baleada por um policial durante uma perseguição na noite desta segunda-feira (11), na Capital. A vítima, identificada como Gisele Araújo, de 42 anos, trafegava com sua filha, de 19 anos, em um veículo HB20 na Av. Oliveira Paiva, quando foi seguida por policiais que faziam motopatrulhamento na região.

> Atualização: Morre mulher baleada nas costas por policial militar

Os  agentes confudiram o carro da mulher com o de criminosos e começou a perseguição ao veículo da vítima. Segundo informações de policiais do 13º DP, um dos agentes teria desferido dois disparos contra o carro, já que o mesmo não obedeceu à ordem de parada. Um dos tiros atingiu as costas da mulher e a bala teria atravessado a região do tórax. Após parar no acostamento, a vítima foi socorrida pelo próprio policial e levada ao IJF, no Centro.

Depois de deixar a vítima no hospital, o policial se apresentou ao 34º Distrito Policial e em seguida foi encaminhado para a Controladoria Geral de Disciplina (CGD). Até a publicação desta matéria, ninguém da CGD quis se pronunciar sobre o caso.

A filha da vítima, que estava no IJF junto com o pai, se encontrava em estado de choque,mesmo assim, disse à reportagem que a mãe dela não parou o carro porque pensou se tratar de um assalto. A vítima, cujo estado de saúde era considerado grave até a publicação desta matéria, seria submetida a uma cirurgia do decorrer da madrugada. Na manhã desta terça-feira (12), ela acabaou falecendo.

Com informações do repórter Cleber Cavalcanti, da TV Diário

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.