Demócrito Rocha

Motorista morre ao ser atingido por disparo durante troca de tiros em perseguição policial

Wellington Matias de Souza, de 33 anos, esperava em um sinal vermelho quando foi atingido por uma troca de tiros entre a PM e suspeitos de roubo

17:21 · 07.05.2018 / atualizado às 19:47
Wellington Matias de Souza
Wellington Matias de Souza foi vítima de uma troca de tiros entre um grupo de assaltantes e policiais militares ( Foto: Reprodução/Facebook )

Wellington Matias de Souza, de 33 anos, esperava o sinal vermelho do semáforo da Rua Paraíba, no bairro Demócrito Rocha, abrir quando foi baleado em decorrência de uma troca de tiros entre um grupo de assaltantes e policiais militares, após perseguição pelas ruas do bairro Panamericano.

Dentro do carro que dirigia, um Honda Civic, o tiro atingiu o condutor, que foi levado pelo Serviço de Atendimento Móvél de Urgência (Samu) ao Instituto Dr. José Frota (IJF). Contudo, ele não resistiu aos ferimentos e morreu no hospital.

Antes da morte do motorista, nesse domingo (6), Marcos Lúcio Almeida Silva, de 22 anos; Paulo Ricardo Barbosa Ferreira, 20; e Kaison dos Santos Costa, de 23 anos, haviam realizado uma série de assaltos nos bairros Montese e Vila União, de acordo com a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) do Estado do Ceará.

Conforme a Pasta, um efetivo policial foi informado do crime, cujo veículo de atuação era um Fiat Punto, cor preta. Os militares, então, se colocaram no cruzamento da Avenida João Pessoa com a Rua Rio Grande do Sul, local no qual o veículo em questão foi visto.

Os policiais exigiram a parada obrigatória, porém, os suspeitos do veículo fugiram e efetuaram disparos contra os militares. Em perseguição, o Fiat Punto colidiu com um Chevrolet Prisma, na altura das ruas Rio Grande do Norte com Estado do Rio, e capotou. 

Alguns dos homens ainda tentaram fugir e, para isso, reiniciaram o confronto a balas no local. Na intervenção policial, Kaison dos Santos foi atingido e morreu dentro do veículo; ele possuía antecedentes criminiais por roubo e tráfico de drogas.

Marcos Silva, com passagem por roubo, e Paulo Ferreira, sem antecedentes criminais, foram presos após a ação; um quarto suspeito fugiu do local e ainda não foi identificado. Foram apreendidos um revólver calibre 38, com cinco munições, o Fiat Punto e materiais utilizados pelo grupo em assaltos, disse a PM. Eles foram autuados por roubo no 11º Distrito Policial (DP).

Em nota, a SSPDS informou que o 11º DP está investigando as "circunstâncias da morte" de Wellington Matias. Conforme a Pasta, "as vítimas de roubo se apresentaram à delegacia para prestar depoimento e recuperar seus bens. Os militares também compareceram à unidade policial e prestaram depoimento".

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.