Planalto Ayrton Senna

Motorista e passageiro são mortos a tiros

O alvo da ação criminosa seria apenas o passageiro identificado como Robson Borges da Silva Filho. O motorista também era humorista e conhecido como o Fonsequinha

19:27 · 02.05.2018 / atualizado às 23:17
Fonsequinha
O motorista também era humorista e conhecido como o palhaço Fonsequinha ( Foto: VCrepórter )

Dois homens foram mortos a tiros, no início da noite desta quarta-feira (2), no bairro Planalto Ayrton Senna. As vítimas foram alvejadas enquanto estavam dentro de um veículo. No momento da execução, um dos assassinados, identificado como Francisco Fonseca Neto, estaria trabalhando como motorista de aplicativo de transporte particular.

O motorista também era humorista e conhecido como o palhaço Fonsequinha. 

Informações preliminares apontaram que o motorista era vinculado à Uber, mas a empresa informou que o nome dele não está cadastrado como colaborador do aplicativo.

O militar responsável pela Área Integrada de Segurança (AIS) 9, coronel Valberto Melo, contou à reportagem que o crime aconteceu por volta das 18h, na Rua Planaltina. Segundo as primeiras investigações, o alvo da ação era somente o passageiro, identificado como Robson Borges da Silva Filho, de 24 anos de idade.

Segundo testemunhas, Borges tinha solicitado a viagem minutos antes da ocorrência e havia acabado de embarcar no veículo Fiat Pálio, da cor verde.

Testemunhas disseram que o crime foi cometido por dois homens armados, vindos em uma moto. No local, a TV Diário foi informada que Robson Borges tinha uma extensa ficha criminal e estava indo visitar alguns parentes.

Fortaleza emite nota de pesar 

O Fortaleza Esporte Clube emitiu uma nota de pesar pelo falecimento de Fonsequinha. O humorista estava atuando nas ações desenvolvidas pelo Projeto Leão 100, em dias de jogos do clube, e era torcedor do Tricolor. "O Fortaleza através de seu corpo diretivo e Projeto Leão 100 se solidariza e presta as condolências à família de Fonsequinha.  O clube informa ainda, que estará divulgando local do velório e sepultamento assim que definidos".

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.