Medo faz lojas fecharem as portas em diversos pontos de Fortaleza

Atualizado às 14:09

11:28 · 03.01.2012

O medo de possíveis "arrastões" tomou conta da cidade de Fortaleza. Relatos de lojas fechadas com clientes dentro na Av. Santos Dumont, Gomes de Matos, Augusto dos Anjos, Luciano Carneiro, Oliveira Paiva entre outras tantas ruas, tomaram conta das redes sociais.

Foi confirmada uma tentativa de assalto em frente ao restaurante Santa Grelha, no bairro Aldeota. Um homem foi abordado por três assaltantes, mas reagiu com tiros. Felizmente, ninguém se feriu.

Na Av. Dedé Brasil, no bairro Serrinha, uma agência lotérica foi assaltada por três homens armados. Outra ação também foi registrada em um sinal da mesma avenida. As ocorrências provocaram pânico no bairro.

Na Av. Oliveira Paiva, um posto de gasolina também foi alvo da ação de bandidos.

A reportagem do Diário do Nordeste Online está checando, na medida do possível, todas as ocorrências, mas, no entanto,  algumas denúncias não tem recebido confirmação, nem registros fotográficos ou de vídeo.

Alarmes falsos

No Centro da cidade, empresários lojistas descartaram a ocorrência de arrastões, assim como os do Mercado Central. Shoppings de Fortaleza, assim como hospitais, também descartaram os problemas citados. 

O supermercado Cometa, da Av. Oliveira Paiva, e o supermercado Extra, na Av. Santos Dumont, também negaram arrastões nos estabelecimentos. Outro supermercado no bairro Montese, Nido Box, também descartou a possibilidade de qualquer assalto.

O perfil oficial da loja Cecomil, no twitter, também negou que algum problema tenha ocorrido em qualquer uma das lojas em Fortaleza.

No entanto, escolas do bairro Vila Velha e no bairro Montese fecharam as portas.



Mais informações em instantes

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.