onda de terror

Mais três suspeitos de ataques a ônibus e prédios públicos são presos

Conforme balanço da SSPDS, a série de ataques culminou com danos a 5 coletivos, 2 torres de telefonia, além de disparos contra órgãos

12:39 · 25.03.2018 / atualizado às 14:43
ataque onibus fortaleza
Coletivos foram destruídos pelo fogo durante a série de ataques neste sábado ( FOTO: José Leomar/Diário do Nordeste )

Mais três suspeitos de participação nos ataques a coletivos na noite deste sábado (24) foram presos, segundo informações da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) divulgadas na tarde deste domingo (25). O trio também é suspeito de envolvimento nos disparos contra a sede da Empresa de Transportes Urbanos de Fortaleza (Etufor).

Com a prisão do trio, sobe para seis o número de pessoas que estão sendo investigadas por participação nas ações criminosas registradas neste fim de semana. Logo após a série de ataques deste sábado, foram presos Bruno da Silva Triunfo, Daniel Vanderlei de Freitas Costa e Antônio Elton Lopes Cassiano, sendo que os dois últimos já tinham passagem pela polícia.

A SSPDS determinou o reforço no policiamento, inclusive com apoio de helicópteros da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer). Uma reunião entre a cúpula da Segurança Pública e representantes da Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor) e do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Ceará (Sindiônibus) foi realizada, ainda na última noite, para traçar as ações para a segurança dos veículos, profissionais e passageiros.

Balanço

Foram registrados, até a madrugada deste domingo (25), cinco incêndios em ônibus (um na Avenida Leste Oeste, dois na Praça Coração de Jesus, um na Avenida Imperador e um na Avenida G do bairro Vila Velha); em duas torres de telefonia (no bairro Jardim Iracema e outro na Avenida Maestro Lisboa); na Secretaria Executiva Regional IV da Prefeitura de Fortaleza; em um depósito de veículos em Cascavel; um veículo foi parcialmente queimado em frente ao 20° Distrito Policial.

Houve uma tentativa de incêndio nos fundos do prédio da Coordenadoria Integrada de Operações Policiais (Ciops), em Sobral. Duas ocorrências de disparos em frente a órgãos públicos foram registradas (18° Juizado Especial e Etufor), além de duas manifestações com queima de pneus nas avenidas Cel Carvalho e Mozart Lucena, nos bairros Vila Velha e Quintino Cunha, respectivamente.

A Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco) da Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) está responsável pelas investigações.

Na madrugada de sábado (24),  três homens que participaram de ataque ao prédio da Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejus) foram alvejados e morreram. Dois foram identificados como Francisco José Raniel Barbosa dos Santos, 19, e Davi Lima Pires, 19. O terceiro envolvido segue em processo de identificação.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.