Em Paracuru

Mais dois suspeitos de Chacina no Benfica são presos

Stefferson Mateus Rodrigues e Francisco Elisson Chaves de Souza ainda não foram ouvidos na sede da Divisão de Homicídios

21:09 · 02.05.2018 / atualizado às 21:32
Chacina do Benfica
Sete pessoas morreram vítimas da Chacina do Benfica ( Foto: Kleber A. Gonçalves )

Mais dois suspeitos de participar da Chacina no Benfica, ocorrida no dia 9 de março deste ano, foram presos. Conforme um policial militar que participou das capturas, Stefferson Mateus Rodrigues e Francisco Elisson Chaves de Souza foram detidos no município de Paracuru, a, aproximadamente, 100Km da Capital.

Segundo à fonte, que optou por não ser identificada, a dupla vinha cometendo delitos no Interior. Até a noite desta quarta-feira (2), Stefferson Mateus e Francisco Elisson não haviam sido ouvidos pela Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

As participações dos presos foram apontadas por Douglas Matias da Silva, detido horas após a sequência de ataques quando morreram sete pessoas e, pelo menos, outras quatro ficaram feridas. Em depoimento, Matias disse pertencer à facção criminosa Guardiões do Estado (GDE) e ter encontrado os comparsas minutos antes da matança.

Nos últimos dias, a defesa de Douglas Matias solicitou que o suspeito fosse mantido preso em uma cela separada, em uma unidade prisional da Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). O advogado de Silva alegou que, após ele ter assumido o crime, o cliente começou a ser ameaçado de morte por outros integrantes da GDE.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.