Recurso negado

Justiça nega habeas corpus a motorista acusado de provocar acidente em Cascavel

Desembargadora negou pedido de habeas corpus da defesa argumentando que, nesse caso, a 'ordem pública' deve prevalecer sobre a 'liberdade individual'

15:28 · 17.07.2017 / atualizado às 15:37
Motorista acusado de provocar acidente que matou jovem em Cascavel é mantido preso
Em elevado estado de embriaguez e sem habilitação, Wtemberg dirigia um carro 4×4 em local proibido quando caiu na foz do rio Mal Cozinhado, em Águas Belas. O acidente ocasionou a morte da estudante de enfermagem Mikaele da Silva Rodrigues, de 26 anos ( Foto: Reprodução )

O motorista José Wtemberg Santos Silva, acusado de de provocar acidente que resultou na morte de uma estudante, no último dia 2 de julho, em Cascavel, teve habeas corpus negado. A decisão foi da desembargadora Lisete de Sousa Gadelha, em pedido analisado durante o plantão de sábado (15) no Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE).

A defesa de Wtemberg, que encontra-se preso desde 4 de julho, ingressou com pedido de habeas corpus no Tribunal alegando que o cliente está sendo alvo de constrangimento ilegal, uma vez que a manutenção da prisão não possuiria fundamentação suficiente. A desembargadora, no entanto, argumentou em seu despacho que “há fortes indícios de que se trata de crime de homicídio”, fazendo com que a “ordem pública” deva prevalecer sobre a “liberdade individual” e afastando “o alegado constrangimento ilegal mencionado pela defesa”.

De acordo com os autos do processo, Wtemberg não possui Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e dirigia um carro 4×4 quando caiu na foz do rio Mal Cozinhado, na praia de Águas Belas, onde o tráfego de veículos é proibido. O acidente ocasionou a morte da estudante de enfermagem Mikaele da Silva Rodrigues, de somente 26 anos, que ficou presa pela perna no cinto de segurança e não conseguiu sair do automóvel. 

Segundo testemunhas, o motorista estaria em elevado estado de embriaguez e fazendo manobras de grande risco. Após o acidente, ele fugiu do local sem prestar socorro à vítima.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.