Na noite desta segunda

Integrantes de torcidas organizadas entram em confronto na Aldeota e causam pânico na região

SSPDS diz que não houve registro de assaltos na ocasião, mas moradores locais afirmam que suspeitos fizeram 'arrastões'

11:29 · 14.11.2017 / atualizado às 11:46

A noite desta segunda-feira (13) foi de pânico para moradores e outras pessoas que passavam pelo bairro Aldeota, em Fortaleza. Isso porque, por volta de 22h, uma grande grupo composto por dezenas de homens tomou a Rua Carlos Vasconcelos, esquina com a Costa Barros, e passou a promover atos de violência na região. Conforme a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), a confusão foi causada por integrantes de torcidas organizadas, que marcaram um confronto nas imediações da Praça Luíza Távora. Ainda segundo a pasta, a Polícia Militar (PM) foi acionada e conseguiu dispersar os supostos torcedores.

> Bando armado assalta clientes em restaurante da zona sul de Fortaleza

Em nota, a SSPDS também garante que "não houve registro de assaltos a estabelecimentos comerciais ou abordagens a motoristas, conforme boatos de redes sociais".  Segundo a polícia, quatro pessoas, que tentaram fugir em um carro após o confronto, foram detidas pelas forças policiais. Os envolvidos foram levados para o 34º Distrito Policial para prestarem esclarecimentos e foram liberados em seguida.

Moradores falam em 'arrastões'

Em um vídeo gravado por um morador local e que circula nas redes sociais, é possível ver os suspeitos correndo pela Rua Carlos Vasconcelos e abordando um veículo. Conforme o autor do vídeo, que não quis se identificar, houve 'arrastões' e abordagens a carros que passavam pela região. Um veículo, diz, chegou a avançar por cima do grupo e atropelar um dos envolvidos. Alguns tiros também podem ser ouvidos na filmagem.

"Eles (os suspeitos) tinham o apoio de carros e motos que estavam próximos ao local", disse o autor do vídeo. Ainda segundo a testemunha eles passaram em frente a um estabelecimento comercial da região gritando "perdeu, perdeu" para os clientes e invadiram outro na mesma rua, contrariando a versão da SSPDS. Os criminosos só foram dispersados após a chegada da polícia, afirmou.

Conforme outro morador da região, que também não quis se identificar, os suspeitos começaram os atos de violência na Rua Costa Barros, posteriormente seguindo em direção à Rua Carlos Vasconcelos. "Eles pegavam motos e entravam dentro de carros que passavam pelo local", diz. Segundo a testemunha, após as ações criminosas, parte do grupo correu para a Praça Luíza Távora e fugiu pela Rua Monsenhor Bruno.

Veja o vídeo da confusão que circula nas redes sociais:

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.