organização criminosa

Integrantes de quadrilha que ameaçam juízes em Crateús são presos por tráfico

Os indivíduos seriam responsáveis pela movimentação de drogas, roubos e homicídios no município sob ordens vindas de dentro dos presídios

Os três acusados foram encaminhados para a Delegacia Regional da Polícia Civil em Crateús ( Foto: Divulgação / Polícia Civil )
08:37 · 12.05.2018 / atualizado às 09:14
Durante a operação também foram apreendidas drogas, armas e munições ( Foto: Divulgação / Polícia Civil )

Três homens foram presos na última sexta-feira (11), no município de Crateús, distante 375 km de Fortaleza, acusados de fazer parte de uma organização criminosa. Com os criminosos foram encontradas drogas, armas e munições. A operação que resultou na prisão dos acusados foi comandada pela Polícia Civil de Crateús, com apoio do Comando Tático Rural (COTAR).

Segundo informações de um oficial do COTAR, que preferiu não se identificar, os indivíduos seriam responsáveis pela movimentação de drogas, roubos e homicídios no município de Crateús sob ordens vindas de dentro dos presídios.

Investigações

De acordo com as investigações da Polícia Civil, Luis Mitanael Araújo Costa, Francisco Ronaldo Sousa Cavalcante e Luciano Dias de Sousa teriam ligação com os criminosos que fizeram ameaças contra juízes, promotores e delegados de Crateús. Eles fariam parte da facção criminosa Comando Vermelho (CV), responsável pelo tráfico de drogas e outros crimes na região.

Durante a operação foram apreendidos com os criminosos dois revólveres calibre .38, dez munições calibre .38, 190 gramas de crack, 21 trouxinhas de maconha e um rádio comunicador sintonizado na frequência das Polícias Civil e Militar.

Os três acusados e o material apreendido foram encaminhados para a Delegacia Regional da Polícia Civil em Crateús para serem apresentados ao delegado plantonista Dr Breno Holanda.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.