Em Maracanaú

Instrutor de academia é assassinado dentro do local de trabalho; dupla é presa pelo crime

Através de investigação, os policiais militares descobriram que os criminosos iam voltar à academia e efetuaram as prisões

09:35 · 11.04.2018 / atualizado às 09:42
Crislley Kevin
Crislley Kevin era instrutor de uma academia localizada na Avenida Central, em Maracanaú ( Foto: VCrepórter )
Suspeito
Carlos Taiso Lopes Alves confessou participação no homicídio, ao ser preso ( Foto: VCrepórter )
Suspeito
Alysson Rauan Moraes Pereira confessou participação no homicídio, ao ser preso ( Foto: VCrepórter )

Um instrutor de uma academia foi assassinado a tiros, dentro do local de trabalho, na Avenida Central, em Maracanaú, Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), na noite da última terça-feira (10). Minutos depois do crime, dois suspeitos foram presos pela Força Tática (FT), do 14º Batalhão de Policiamento Militar (BPM).

De acordo com o comandante da Área Integrada de Segurança (AIS) 12, tenente-coronel Océlio Alves, o instrutor Crislley Kevin foi alvejado por volta de 22h, por um homem que invadiu a academia. A PM foi acionada e constatou a morte.

Testemunhas identificaram um veículo Fiat Palio, de cor branca, dando apoio à ação criminosa. Através de investigação, os policiais militares identificaram os criminosos, Carlos Taiso Lopes Alves, 27, e Alysson Rauan Moraes Pereira, 22, e descobriram que eles iam voltar ao local do crime para conferir que Kevin estava morto.

A composição da PM voltou à academia e prendeu a dupla em flagrante. Segundo o tenente-coronel Alves, os suspeitos confessaram o crime e alegaram que foram motivados pelo fato de Kevin estar se relacionando com a mãe de um deles. Entretanto, a Polícia apurou que também existia uma rivalidade entre assassinos e vítima.

Os presos foram levados à Delegacia Metropolitana de Maracanaú, da Polícia Civil, onde foram autuados pelo crime de homicídio. 

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.