Segurança

Helicóptero envolvido na morte de líderes do PCC será utilizado pela SSPDS

Segundo governador Camilo Santana, Estado obteve autorização da Justiça Federal para que a aeronave seja utilizada pela Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer)

14:45 · 28.04.2018 / atualizado às 18:44
helicoptero
Aeronave modelo EC 130 encontra-se em Fortaleza há cerca de três semanas ( Arquivo / Diário do Nordeste )

O helicóptero utilizado no duplo assassinato de membros do Primeiro Comando da Capital (PCC) no Ceará fará parte da frota de aeronaves da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Estado (SSPDS). O anúncio foi feito pelo governador Camilo Santana, neste sábado (28), durante evento no município de Eusébio.  

Segundo o gestor, o Estado obteve autorização da Justiça Federal para que o helicóptero seja utilizado pela Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer). "Vamos adesivar [a aeronave] com o nome da Polícia para ser utilizada pela Secretaria de Segurança Pública", afirmou Camilo. 

Localizada e apreendida no interior de São Paulo no dia 2 de março, a aeronave modelo EC 130 encontra-se em Fortaleza há cerca de três semanas, conforme informou a assessoria de comunicação da Ciopaer. Segundo o tenente-coronel Marcos Costa, relações públicas da Coordenadoria, o helicóptero, avaliado em pelo menos R$ 2,5 milhões, possui sete lugares e apresenta componentes mecânicos semelhantes aos de outras aeronaves já usadas pela SSPDS.

Origem da aeronave

O helicóptero foi utilizado no assassinato dos traficantes Rogério Jeremias de Simone, o "Gegê do Mangue", e Fabiano Alves de Souza, o "Paca", no dia 17 de fevereiro, na reserva indígena Lagoa Encantada, em Aquiraz.

No interior de São Paulo, a aeronave foi localizada após uma revista ao apartamento do piloto Felipe Ramos Morais, que realizou o transporte dos membros da facção no dia do crime e estaria envolvido na execução.  

Essa é a segunda aeronave utilizada em crimes no Estado que passa a fazer parte da frota da SSPDS. Em dezembro de 2015, a Justiça Federal autorizou que um monomotor apreendido no município de Canindé quando transportava 400 quilos de Cocaína tivesse a posse transferida para a Ciopaer. 

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.