Violência

Grupo fortemente armado assalta caminhão-cegonha e fere motorista no bairro Guararapes

Portando armas de grosso calibre, criminosos conseguiram fugir com dois veículos. Vítima foi socorrida, mas está em estado grave

Após renderem o motorista de um dos veículos, eles o colocaram no chão e efetuaram um disparo contra seu braço. Como a arma era de grosso calibre, o tiro fez com que a vítima sangrasse bastante ( Foto: Fabiane de Paula )
09:46 · 09.07.2018 / atualizado às 11:37
Suspeitos saíram de matagal portando balaclavas e armas de fogo, no momento em que dois caminhões-cegonha eram descarregados ( Foto: Fabiane de Paula )

Um grupo de cinco a seis suspeitos fortemente armados assaltou, na manhã desta segunda-feira (9), um caminhão-cegonha que descarregava veículos no bairro Guararapes, em Fortaleza. Segundo testemunhas, os criminosos saíram de uma matagal às margens da via, por volta de 6h, e abordaram o motorista do veículo, que não reagiu, mas foi baleado por um disparo de grosso calibre.

Ainda de acordo com testemunhas oculares, os suspeitos saíram do matagal portando balaclavas e armas de fogo, no momento em que dois caminhões-cegonha eram descarregados. Após renderem o motorista de um dos veículos, eles o colocaram no chão e efetuaram um disparo contra seu ombro esquerdo. Como a arma era de grosso calibre, o tiro fez com que a vítima sangrasse bastante.

Após a abordagem, os criminosos fugiram com dois veículos modelo Fiat Toro (cor branca) e levaram, ainda, as chaves de outros oito carros, incluindo modelos Jeep Renegade e Jeep Compass. A polícia chegou pouco após a fuga e solicitou uma ambulância para amparar a vítima, que foi encaminhada ao Instituto Dr. José Frota (IJF). Até o momento, ninguém foi preso.

 

Investigações

Em nota, a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS-CE) informou que equipes da Polícia Militar do Ceará (PMCE) foram acionadas e realizam buscas para localização dos autores do delito. A pasta também ressaltou que a vítima do disparo, que foi atendida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), está sob observação e "passa bem".

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.