Crime passional

Funcionário de escola é assassinado em frente ao trabalho em Guaiúba; suspeito é preso

O assessor financeiro estava chegando ao trabalho, quando foi abordado pelo assassino

10:56 · 27.06.2018 / atualizado às 16:56

Um assessor financeiro da Escola de Ensino Fundamental e Médio José Tristão Filho foi assassinado a tiros, em frente ao seu trabalho, em Guaiúba, Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), na manhã desta quarta-feira (27). De acordo com a Polícia, a motivação do crime foi passional.

Segundo o comandante da Área Integrada de Segurança (AIS) 12, tenente-coronel Océlio Alves, Alan Rosário Nogueira, 36, estava chegando ao trabalho, por volta de 8h, quando foi abordado pelo assassino, que desferiu vários tiros contra a cabeça e o peito da vítima.

Alan chegou a ser socorrido e levado a uma unidade de saúde em Guaiúba, mas não resistiu aos ferimentos. O crime será investigado pela Delegacia Metropolitana de Guaiúba, da Polícia Civil.

Suspeito é preso em seguida

Cerca de três horas após o crime, a Polícia Militar prendeu o acusado de ser o mandante do crime, identificado como Rafael da Silva Celestino, 23. A Polícia informou que ele pagou R$ 1.500,00 a dois homens, já identificados, para cometerem o homicídio. 

Conforme o tenente-coronel Alves, Rafael Celestino vinha ameaçando a ex-namorada, com quem teve relacionamento por 5 anos e não aceitava o término, e o próprio Alan Nogueira, que era amigo próximo da mulher. Rafael foi conduzido para a Delegacia Municipal de Guaiúba, onde foi autuado por homicídio qualificado. 

As Polícias Civil e Militar seguem em busca dos outros envolvidos no crime.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.