Operação Carro-Pipa

Dupla é presa por desviar água que iria para o Interior do Ceará

Os homens simulavam em um carro pequeno os percursos de caminhões-pipa que deveriam rodar por municípios em seca.

08:14 · 17.02.2017 / atualizado às 08:28
A PRF apreendeu as credenciais de prestação de serviço ao programa federal.
A PRF apreendeu as credenciais de prestação de serviço ao programa federal. ( Foto: VCRepórter )
Com a dupla, foram encontrados aparelhos de GPS do programa Operação Carro-Pipa
Com a dupla, foram encontrados aparelhos de GPS do programa Operação Carro-Pipa. ( Foto: VCRepórter )

Dois homens foram presos, na madrugada desta sexta-feira (17), por fraudar o abastecimento de água em carros-pipa do Governo Federal, que distribuiriam o recurso em cidades do interior cearense. Eles foram abordados pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), no Km 155 da BR-020, no distrito de Santa Cruz do Banabuiú.

No carro de modelo Polo em que os acusados estavam, os policiais federais encontraram três aparelhos de GPS que deveriam estar instalados em caminhões-pipa do programa Operação Carro-Pipa. Para poupar o combustível dos veículos de grande porte, os homens simulavam, no carro pequeno, os percursos que seriam feitos pelos caminhões, como se os três carros-pipa estivessem realizando a coleta e a entrega do recurso hídrico em locais que sofrem com a seca.

De acordo com a PRF, os homens, cujas identidades ainda não foram divulgadas, eram remunerados pelo serviço e pela quilometragem supostamente rodada nos caminhões, lucrando com a fraude.

Além dos aparelhos de GPS, a PRF apreendeu as credenciais de prestação de serviço ao programa federal. Os acusados, naturais de Boa Viagem, a 217km de Fortaleza, foram conduzidos à Delegacia Regional de Crateús e devem responder por crime de estelionato, agravado por fraude aos cofres públicos e à coletividade.

>> Polícia prende dois homens por desperdício de água de caminhões-pipa

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.