Siqueira e Bonsucesso

Comerciantes são presos por compra e venda de veículos roubados

Os suspeitos foram capturados em duas operações distintas e foram autuados pelos crimes de receptação qualificada

20:37 · 28.05.2018 / atualizado às 21:20
Peças de carro
Os comerciantes foram presos sob a suspeita de comprarem e venderem peças de veículos roubados ( Foto: Divulgação Polícia Civil )

Dois homens foram presos por suspeita de comercializarem peças de veículos roubados. As capturas dos suspeitos foram realizadas nas avenidas Osório de Paiva e Augusto dos Anjos, situadas nos bairros Siqueira e Bonsucesso, respectivamente, nos últimos dias 22 e 25.

Radamésio Barbosa de Castro, de 46 anos, foi preso em uma sucata, no qual ele é apontado como proprietário, na Avenida Osório de Paiva, no bairro Siqueira, na última terça-feira (22). Na diligência, a Polícia Civil constatou que o suspeito estava comercializando peças de três carros - modelos Celta, Sandero e Meriva -, que foram roubados no início deste ano.

Em uma outra ofensiva, deflagrada na última sexta-feira (25), também em uma sucata, situada na Avenida Augusto dos Anjos, no bairro Bonsucesso, uma equipe da Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos e Cargas (DRFVC) identificou um automóvel Hyunday, modelo HB20, com placas clonadas, na posse de José Pacheco Saraiva, de 53 anos, o "Zezinho". Segundo o delegado titular, Diego Barreto, o veículo havia sido roubado há poucas semanas

"Nós recebemos informações de que, nessa sucata, no Boncucesso (onde Zezinho foi preso), o proprietário estava adulterando os sinais identificadores daquele automóvel. Ao chegar ao local, encontramos o homem na posse do carro, e ele acabou nos confirmando que havia adquirido o veículo por um valor de R$ 2 mil, e que fez as modificações no intuito de comercializá-lo", ressalta o titular da Especializada.

José Saraiva já responde pelos crimes de receptação e furto e foi autuado por receptação e adulteração de sinal identificador de veículo automotor. Já Radamés Castro não tinha antecedentes e foi autuado por receptação qualificada. Diego Barreto diz que já identificou os responsáveis por repassar os carros para os donos das sucatas e afirmou que a Polícia Civil vai continuar com as investigações, com o objetivo de capturar os demais envolvidos.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.