CAUCAIA

Ciclista é atropelado e policial passa mal ao atender ocorrência

Soldado foi atender a uma ocorrência na Praia de Iparana e desmaiou logo após descer da viatura. De acordo com a SSPDS, estado de saúde do policial é estável. Quadro clínico do ciclista não foi divulgado

21:47 · 15.04.2018 / atualizado às 21:56

Um ciclista de 54 anos, cuja identificação não foi divulgada, foi atropelado na tarde deste domingo (15), na Praia de Iparana, em Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). 

Quando descia da viatura para dar apoio à ocorrência na Avenida Ulisses Guimarães, Área Integrada de Segurança 11 (AIS 11), um policial militar acabou passando mal e desmaiou na via. 

De acordo com a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), informações preliminares de populares, entretanto, davam conta que o policial também havia sido atropelado por um carro logo que desceu da viatura, mas a versão não se confirmou, como explicou a pasta em nota:

"Um possível suspeito de ter provocado o acidente foi abordado alguns metros depois e conduzido para Delegacia Metropolitana de Caucaia para prestar esclarecimentos. De acordo com o delegado plantonista, o condutor não apresentava sinais de embriaguez, tampouco foram encontradas marcas no veículo que ligassem o automóvel ao possível atropelamento. Após prestar depoimento, o motorista foi liberado".

Ainda conforme a SSPDS, o estado de saúde do soldado da PM é estável e ele está em avaliação médica em um hospital de Fortaleza e não corre risco de morrer.  

Quadro clínico não informado

O ciclista, por sua vez, foi encaminhado a uma unidade de saúde por uma viatura do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas a secretaria não informou o seu quadro clínico. 

O motorista que atropelou o ciclista foi identificado como Carlos Alberto Soares Capistrano, de 58 anos. Ele permaneceu no local para prestar socorro à vítima e foi conduzido ao posto fixo do Batalhão de Policiamento Rodoviário Estadual (BPRE), na CE 090. "Lá foi submetido a teste de bafômetro e o resultado do teste apontou índice de álcool acima do permitido conforme Código Brasileiro de Trânsito", complementa a SSPDS. O condutor do veículo foi preso em flagrante por lesão corporal culposa no trânsito e embriaguez ao volante.

Estável

Em entrevista ao Diário do Nordeste, uma parente do policial militar que passou mal confirma que o estado de saúde dele é estável. Ela preferiu não se identificar.

"Os policiais disseram que ele pode ter caído porque foi trabalhar meio adoentado, então desmaiou, caiu e bateu a cabeça", declara a parente. 

Ela ainda acrescenta que o policial aguarda para fazer uma tomografia e, assim, descobrir se será necessário ou não ser submetido a uma cirurgia. "Os médicos disseram que ele está fora de perigo, mas a gente ainda não sabe bem. Apesar de tudo, ele está consciente, falando".

A fonte também informou que Francisco Diacildo entrou na Polícia há pelo menos três anos e que reside em Caucaia.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.