Túnel encontrado

Agentes frustram fuga em massa na Cadeia Pública de Icapuí

Segundo a Polícia, o equipamento tem capacidade para nove presos, mas abriga 49 internos. Uma equipe do Gore foi enviada ao local e auxilia na transferência dos detentos

17:21 · 10.02.2018 / atualizado às 18:26
gore icapui
Segundo a Polícia Militar, dois presos foram transferidos com apoio do Gore ( Foto: Cid Barbosa )

Uma equipe de agentes penitenciários do Grupo de Operações Especiais (Gore) frustrou uma fuga em massa de presos da Cadeia Pública de Icapuí, a 200Km de Fortaleza, na manhã deste sábado (10). Segundo as Polícias Civil e Militar, foi encontrado um túnel no equipamento ligando três celas.

Dos 49 presos internos na unidade, três são considerados pelas autoridades como de alta periculosidade e têm nas suas fichas passagens pelos crimes de homicídio e tráfico de entorpecentes. Celulares e drogas também foram encontrados.

 

Conforme a delegada de Polícia Civil de Icapuí, Juliana Costa, e o tenente da Polícia Militar, Ricardo Ponciano, foi solicitado à Secretaria da Justiça e Cidadania (Sejus) o envio de uma equipe do Gore para vistoria no local.

A Polícia Militar afirma que os detentos planejavam chegar até a cozinha e de lá para a rua. A cadeia fica em uma área residencial e está superlotada. O equipamento possui três celas, com capacidade para três presos em cada uma delas. Até a publicação desta matéria, a operação permanecia em andamento

Reforço

No último dia 6, o Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE) recomendou à Prefeitura de Icapuí que não fosse realizado Carnaval na cidade. A recomendação ressaltava que o município não tinha policiamento suficiente e estava com a Cadeia Pública superlotada.

A realização da festa foi confirmada pela prefeitura na última quarta-feira (7) após a Polícia Militar do Ceará ter informado que enviaria reforço na segurança. Além dos vinte policiais militares lotados em Icapuí, 30 PMs estão no local para realizar policiamento ostensivo no período do Carnaval.

(Com informações do repórter Fernando Maia)

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.