Homicídio

Agente penitenciário é assassinado ao sair do trabalho em Orós

O agente penitenciário tinha saído do plantão e aguardava por uma topique, quando foi surpreendido por criminosos

09:57 · 02.03.2018 / atualizado às 12:08
agente
A vítima foi identificada como o agente penitenciário Carlos Antônio Bezerra ( Foto: VC Repórter/WhatsApp )

Um agente penitenciário, da Secretaria da Justiça e Cidadania do Ceará (Sejus), foi assassinado a tiros, ao sair da Cadeia Pública onde trabalhava, no Município de Orós (a cerca de 341 km de distância de Fortaleza), na manhã desta sexta-feira (2).

De acordo com a Polícia, o agente penitenciário tinha saído do plantão, por volta de 9h, e aguardava por uma topique, na Praça Padre Cícero, na Rua Custódio Nunes, quando foi surpreendido pelos criminosos.

A vítima foi identificada como Carlos Antônio Bezerra. As polícias Militar e Civil de Orós e Icó realizam diligências em busca dos assassinos do agente penitenciário.

O crime aconteceu menos de 12h após a execução do cabo Marcos Antônio de Souza Ribeiro, da Polícia Militar do Ceará (PMCE), em Fortaleza. Ele era lotado no Batalhão de Policiamento de Guarda de Estabelecimentos Penais (BPGep), que faz a segurança externa dos presídios no Ceará.

A Secretaria da Justiça e Cidadania do Estado (Sejus) afirmou que "lamenta a perda do agente penitenciário e se solidariza com familiares e amigos e demais agentes, que perdem o companheiro de profissão. A Sejus está acompanhando as investigações que estão a cargo da polícia local".

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.