No seguro DPVAT

Líder de quadrilha preso por fraudes

01:00 · 10.08.2018

O empresário José Galvani Braga Sales, de 54 anos, suspeito de liderar uma quadrilha especializada em fraudes ao Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres (DPVAT), no Interior do Estado, foi preso em Santa Quitéria (a 221 km de distância da Capital), durante a deflagração da Operação Contumácia, da Polícia Civil do Ceará (PCCE), na manhã de ontem.

Funcionário do Hospital Municipal de Santa Quitéria, Raimundo Gilberto Magalhães Gurgel, 57, também foi detido, por integrar o grupo criminoso, conforme as apurações da Polícia Civil. Nove mandados de busca e apreensão foram cumpridos pelos policiais e os suspeitos foram capturados em suas residências, segundo informações da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS).

De acordo com a Seguradora Líder, responsável por administrar o Seguro DPVAT, a Polícia Civil cearense investiga 600 tentativas de fraudes ao benefício, apenas na região onde aconteceu a Operação. Somados os golpes, o rombo é de aproximadamente R$ 400 mil. A SSPDS não especificou quantos desses crimes foram cometidos pela quadrilha desarticulada.

José Galvani já respondia a cerca de 50 processos criminais por estelionato e será indiciado novamente pelo mesmo crime, além de lavagem de dinheiro. Já Raimundo Gilberto se aproveitava da função que ocupava, no arquivo do Hospital Municipal, para burlar os laudos médicos e roubar os dados dos pacientes, que eram utilizados pela quadrilha para realizar as fraudes.

Com o servidor, foram apreendidos documentos médicos com assinaturas falsas. Ele foi autuado em flagrante por falsidade ideológica e estelionato. Durante a Operação, a Polícia apreendeu computadores e celulares dos suspeitos.

Histórico

A Seguradora Líder, em nota, lembrou que Santa Quitéria apareceu, em um levantamento realizado em 2015, como um dos municípios com o maior número de fraudes ao Seguro DPVAT em todo o País.

A empresa também disse estar contribuindo para as apurações policiais, além de investir em estratégias de Prevenção, Detecção e Investigação para evitar e combater fraudes no Seguro, em âmbito interno.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.