passageiro era o alvo

Humorista morto a tiros em carro

O crime aconteceu no Planalto Ayrton Senna. O humorista era vinculado a um aplicativo de transporte

01:00 · 03.05.2018
Image-0-Artigo-2395541-1
Segundo testemunhas, o passageiro tinha solicitado a viagem minutos antes da ocorrência e havia acabado de embarcar no Fiat Pálio Weekend ( Foto: VC Repórter )

Dois homens foram mortos a tiros na noite de ontem, na Rua Joaquim dos Anjos, no bairro Planalto Ayrton Senna. As vítimas estavam em um veículo quando foram alvejadas. O condutor do automóvel era humorista e também trabalhava como motorista, de um aplicativo de transporte particular.

O militar responsável pela Área Integrada de Segurança (AIS) 9, coronel Valberto Melo, contou à reportagem que o crime aconteceu por volta das 18h. Segundo informações preliminares da PM, o alvo da ação era somente o passageiro, identificado como Robson Borges da Silva Filho, de 24 anos.

Francisco Fonseca Neto, 52, conhecido como 'Fonsequinha', foi alvejado, apenas por conta da proximidade do alvo, no momento do tiroteio. 'Fonsequinha' já tinha trabalho como humorista em alguns canais de TV do Ceará. Segundo moradores do bairro, Borges tinha solicitado a viagem minutos antes da ocorrência e havia acabado de embarcar no Fiat Pálio Weekend, de cor verde, que fora interceptado.

Testemunhas disseram que o crime foi cometido por dois homens armados, ocupantes de uma moto. Robson Borges que também morreu no local, teria uma extensa ficha criminal incluindo crimes de homicídio, roubo e tráfico de drogas, segundo a Polícia. Ele teria sido expulso da Pajuçara, em Maracanaú, por uma facção criminosa, e estaria indo visitar seus parentes, na noite de ontem.

De início, testemunhas informaram que o motorista era vinculado ao aplicativo Uber. No entanto, em contato com a empresa, a reportagem foi informada que não havia cadastro no nome de Francisco Fonseca Neto, nem registro do carro.

Morte múltipla

Este foi o segundo duplo homicídio registrado no Ceará nesta semana. Na última segunda-feira (30), Antônio Thiago Filho Gonçalves, 20, e Ronald Viana de Lima, 22, foram executados a tiros dentro de uma casa, no bairro Cachoeira, no Município de Horizonte.

Um dia após a ação, três homens foram capturados sob a suspeita de participar da execução dos dois jovens.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.