Família denuncia

Homem é morto a tiros por PMs

01:00 · 01.05.2018

Um homem, identificado como Cícero Leonardo dos Santos Silva, de 32 anos, foi morto na última sexta-feira (27), na Avenida Presidente Castelo Branco, após não responder ao pedido de parada de policiais militares. Conforme familiares da vítima, ele não teria escutado a ordem da Polícia, pois era surdo.

De acordo com a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), Cícero Leonardo trafegava em uma motocicleta e foi atingido pela composição após ter disparo contra os militares. A Pasta afirmou que com Silva foi apreendido um revólver calibre 38.

Versão

Em entrevista à TV Verdes Mares, familiares da vítima afirmaram que ele foi baleado minutos após ter saído de casa, no bairro Granja Portugal, quando ia em direção ao trabalho. Por volta das 9h, ele teria sido atingido por dois disparos nas costas. O corpo foi enterrado no último domingo (29). A família negou que Cícero Leonardo estivesse armado e ressaltaram que ele nunca teve envolvimento com nenhum tipo de crime.

A Secretaria afirmou que o homem foi levado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), no bairro Pirambu, mas morreu. Ainda conforme a Pasta, os policiais militares envolvidos na ocorrência compareceram ao 7º Distrito Policial (Pirambu), onde prestaram depoimento e apresentaram a arma recolhida na abordagem.

A Controladoria Geral de Disciplina dos Órgãos de Segurança Pública e Sistema Penitenciário (CGD) informou, por meio da Assessoria de Comunicação, que quando tomou conhecimento do caso determinou a instauração do Processo Disciplinar para a devida apuração dos fatos. A CGD disse ainda que irá avocar, amanhã, o inquérito para a Delegacia de Assuntos Internos (DAI), que dará continuidade as investigações na seara criminal.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.