Piquet Carneiro

Grupo fortemente armado sitia cidade e ataca banco

01:00 · 11.05.2018 / atualizado às 07:56
Image-0-Artigo-2398688-1
A população saiu de suas residências, encontrou a agência bancária destruída e vários vestígios da violência pela cidade ( Foto: VC Repórter )

Criminosos fortemente armados sitiaram o Município de Piquet Carneiro (a 314 km de distância de Fortaleza), amedrontaram a população e atacaram o Banco do Brasil e o destacamento da Polícia Militar, na madrugada de ontem. Esse é o 14º ataque a instituições financeiras, no Ceará, neste ano.

Segundo um policial militar lotado no Município, que preferiu não se identificar, o bando chegou à cidade por volta de 2h10 e se dividiu em vários grupos. Seis homens com fuzis ficaram em frente ao destacamento da PM, na Rua Cícero de Alencar, no Centro, e efetuaram vários disparos contra o prédio. "Três policias estavam de serviço e não tiveram como sair", contou o PM.

Outro grupo se dirigiu à agência bancária, localizada na mesma rua do destacamento policial, a cerca de 400 metros de distância, e realizou três explosões no estabelecimento. De acordo com o militar, o banco foi totalmente destruído. A Polícia não informou se a quadrilha conseguiu furtar o dinheiro.

Ainda havia criminosos espalhados por outras ruas de Piquet Carneiro. O policial entrevistado afirma que existe a suspeita da participação de até 40 homens. "Sitiaram a cidade, ficaram nas saídas, em vários bairros. Ficaram atirando para cima, para a população não sair de casa. A todo momento, chega popular aqui para contar que três homens estavam na sua calçada, armados", revelou.

A ação criminosa demorou aproximadamente 40 minutos. Em seguida, o bando fugiu. Quando a população saiu de suas residências, encontrou a agência bancária destruída e vários vestígios da violência pela cidade. Cápsulas de fuzil 5.56 e pistolas calibre 380 e Ponto 40 foram encontradas por moradores e policiais.

 

Veículos

Testemunhas contaram à Polícia que foi possível identificar que os criminosos utilizavam veículos Toyota Hilux, de cor prata, e Toyota Corolla, de cor branca, além de várias motocicletas. Um veículo Jeep Renegade, de cor verde, foi encontrado incendiado, na manhã de ontem, em uma estrada carroçável, no Sítio Bonfim, que liga Piquet Carneiro a Mombaça. A Polícia suspeita que o automóvel também tenha sido usado pelo grupo criminoso e depois, abandonado.

A Polícia Militar de Piquet Carneiro e municípios vizinhos realiza diligências pela região, em busca dos criminosos. Policiais civis da Delegacia Municipal de Mombaça compareceram à cidade vizinha e iniciaram as investigações do crime, com ajuda de peritos da Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) do Município de Quixeramobim.

Ataques

A explosão da agência do Banco do Brasil de Piquet Carneiro é o 14º ataque a instituições financeiras, no Ceará, em 2018. A última ocorrência aconteceu segunda-feira (7) desta semana, quando um grupo criminoso armou uma emboscada a dois carros-fortes, em Santa Quitéria, e conseguiu explodir um dos veículos. Nenhum suspeito foi preso.

Até o fim do mês de abril, a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) contabilizou 12 ataques a instituições financeiras no ano atual, o que representou uma queda de 45,5% do índice, em comparação a igual período de 2017 - que somou 22 crimes. Os dados foram repassados pela Pasta em evento na Câmara de Dirigentes Lojistas de Fortaleza (CDL Fortaleza), na última segunda-feira.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.