Apreensão

Distribuidora de óculos falsificados é fechada

01:00 · 12.09.2018 / atualizado às 11:53
Image-0-Artigo-2451933-1
Cerca de 3.500 imitações de óculos de grifes foram apreendidas pela Polícia Civil, ontem, no Centro de Fortaleza

Cerca de 3.500 imitações de óculos de grifes internacionalmente conhecidas foram apreendidas, ontem, em uma loja localizada, no Centro de Fortaleza. O material, avaliado em R$ 160 mil, era fabricado na China e seria distribuído na Capital. A maior parte da carga seria enviada para a Feira da Parangaba.

O esquema de falsificação foi descoberto após o diretor da Associação Brasileira de Combate à Falsificação, Hermes Coutinho, fazer uma denúncia ao 5ºDP (Parangaba). Ele teria ido até a feira do bairro e identificado vários óculos, que imitavam modelos de luxo. Hermes fingiu estar interessado nos produtos e perguntou onde poderia comprar em grande quantidade. O vendedor revelou o endereço e informou o contato do distribuidor do material.

A partir de então, a Polícia mandou um dos óculos apresentados pelo diretor da ABC para ser teste na Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce). A perícia apontou a adulteração dos produtos, além de apontar que eles não tinham proteção UVA e UVB - o que pode causar mais danos a visão dos usuários.

Equipes do 5ºDP iniciaram diligência e conseguiram localizar dois homens suspeitos de negociarem os produtos falsificados, no Centro da Capital. Um dos presos é estrangeiro; o outro é cearense. Fan Haoquing, de nacionalidade chinesa; e Francinaldo Domingues dos Santos foram autuados por comercialização de produtos falsificados. Nenhum dos dois tinha algum antecedente criminal.

Distribuição

A loja em que a mercadoria foi apreendida funcionava como distribuidora, vendendo apenas em grande quantidade, conforme relatou um inspetor da Polícia Civil, lotado no 5º DP, que não quis se identificar. Os produtos chegavam apenas em grandes quantidades. A Polícia investiga como eram feitas as negociações e qual a rota feita pelos produtos até entrarem em Fortaleza. Os dois detidos dentro da distribuidora já estariam negociando mais vendas, no momento em que foram capturados.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.