baturité

Defesa de PM afastado vai pedir retorno à Corporação

01:00 · 12.05.2018

A defesa do ex-comandante da 3ª CIA do 4º BPM (Guaramiranga), capitão Celso Alves Fernandes - afastado preventivamente durante 120 dias pela Controladoria Geral de Disciplina dos Órgãos de Segurança Pública e Sistema Penitenciário (CGD)-, pedirá o retorno do oficial à Corporação nos próximos dias.

De acordo com Rogério Feitosa, advogado do capitão, a denúncia apresentada pela CGD contra o oficial apresenta incongruências. "Nos autos contam que as versões são controversas e o afastamento culminou com a versão de uma fonte sem credibilidade alguma", afirmou o criminalista responsável pelo caso.

O advogado do capitão da PM disse que a defesa será apresentada na próxima semana e, então, testemunhas serão arroladas para dar prosseguimento à ação. Conforme Rogério Feitosa, Celso Alves Fernandes atua na Polícia há 25 anos. "Ele recebeu medalha do mérito, além de vários elogios funcionais. Está recebendo uma série de moções de apoio da região e nunca recebeu infração disciplinar", disse.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.