Em Aquiraz

Camilo anuncia inauguração de mais uma penitenciária

01:00 · 27.06.2018
Image-0-Artigo-2419231-1
Na conversa com os internautas, o governador também adiantou que devem ser criadas mais 700 vagas para agentes penitenciários ( FOTO: HELENE SANTOS )

O governador do Estado do Ceará, Camilo Santana, anunciou, ontem, durante bate-papo ao vivo pelo Facebook, que mais uma penitenciária será inaugurada. Na próxima-quinta (28), será apresentado o Centro de Detenção Provisória, em Aquiraz, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF).

De acordo com a Secretaria da Justiça e Cidadania (Sejus), a nova unidade irá contar com, cerca de, 500 vagas. O prédio objetiva auxiliar na redução da superlotação nas penitenciárias do Ceará. Atualmente, conforme levantamento da Pasta, todas as grandes prisões do Estado situadas na RMF atuam além da suas capacidades máximas.

Às 14h, o chefe do Executivo Estadual deve estar presente na cerimônia de inauguração da unidade. Na conversa com os internautas, o governador também adiantou que devem ser criadas mais 700 vagas para agentes penitenciários aprovados no último concurso. Camilo assinou a mensagem de Lei que será enviada para aprovação na Assembleia Legislativa.

O governador acrescentou que a chamada de novos agentes está diretamente ligada às futuras construções de presídios.

"Semana que vem vamos formar os mil primeiros agentes. Meu compromisso era criar mais vagas e no futuro vamos planejar a convocação de mais turmas, mais concursados, para que, de acordo com os presídios que a gente for inaugurando, for chamando novos profissionais. Vamos cobrar dos deputados para aprovar a mensagem o mais rápido possível", disse Camilo.

No próximo dia 3 de julho, mil agentes devem ser empossados no Centro de Eventos do Ceará para integrar a segurança do Sistema Penitenciário Estadual. Outro anúncio feito por ele durante a transmissão foi a implantação de mais uma Unidade de Segurança Integrada (Uniseg) na Capital. Na próxima quinta-feira (28), a nova Uniseg será lançada no Jardim das Oliveiras.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.