roubos e furtos

Bando é desarticulado após clonagem de veículos

01:00 · 05.07.2018
Image-0-Artigo-2422783-1
Na ação, os policiais apreenderam cerca de 80 placas, lacres, tarjetas, além de uma máquina térmica, uma prensa hidráulica e 25 quilos de drogas ( Foto: Itallo Rocha )

Um homem foi preso e três adolescentes foram apreendidos suspeitos de roubarem e furtarem veículos, além de adulterarem as placas sinalizadoras de automóveis, em Fortaleza. De acordo com a Polícia Civil, Jhonatan Emanuel Saraiva Mota, de 26 anos, era o responsável por aliciar os menores para atuarem nas práticas criminosas.

Após receberem informações de que um grupo estava roubando e furtando automóveis no bairro Parquelândia e nas regiões próximas e, posteriormente, levando os objetos para o bairro Planalto Pici, uma equipe da Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos e Cargas (DRFVC) iniciou uma investigação.

Durante a apuração, as equipes da DRFVC localizaram Jhonatan Mota, que tem passagens pelos crimes de roubo, uso de entorpecentes e crime ambiental; e a companheira dele, Ana Carolina Sousa da Silva, de 21 anos, sem antecedentes criminais, na residência deles.

Durante a diligência no interior do imóvel, os policiais civis constaram que lá também funcionava uma espécie de oficina, onde eram fabricadas as placas. Os policiais civis apreenderam 69 placas virgens, sete que já haviam sido confeccionadas, lacres, tarjetas, além de uma máquina térmica, uma prensa hidráulica, que serviam para estampar as identificações das placas que, posteriormente, eram colocadas em veículos roubados ou furtados pelo bando, no intuito de cloná-los.

Aproximadamente 25 quilos de drogas, que estavam escondidas dentro de um tambor, parcialmente enterrado no quintal da casa, também foram apreendidos. Ainda na ocasião, a equipe realizou a apreensão de três adolescentes - dois de 17 anos e um terceiro de 16 anos que, momento da ação policial, entraram na residência. Eles alegaram que as drogas pertenciam a um grupo criminoso da região.

De acordo com o delegado titular da DRFVC, Diego Barreto, a prisão de Jhonatan Mota é considerada importante, pois, além de ser o responsável por adulterar os veículos, ele também aliciava os menores para roubar os veículos, fazer a clonagem e traficar os entorpecentes. "É um indivíduo muito nocivo à sociedade. A prisão dele representa um baque muito grande para a quadrilha que ele integrava", afirmou.

Autuações

O casal foi conduzido até a sede da DRFVC. Lá, Jhonatan Mota foi autuado em flagrante pelos crimes de adulteração de sinal de veículo automotor, bem como tráfico de drogas e aliciamento de menores. A companheira dela, Ana da Silva, no entanto, não foi presa em flagrante, mas será indiciada pelos mesmos crimes que o companheiro.

Os três adolescentes foram encaminhados para a Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA), onde responderão a atos infracionais.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.