Mãe sabia

Adolescente foi estuprada em casa, por cinco anos

01:00 · 11.09.2018
Image-0-Artigo-2451519-1
Rena Gomes disse que a vítima revelou os estupros à mãe, mas apanhou com uma barra de ferro ( FOTO: CELINA DIÓGENES )

Um homem foi preso, na última quarta-feira (5), sob suspeita de estuprar a enteada de 13 anos, desde que a menina tinha apenas oito. A mãe da menina também foi capturada, por ter omitido a situação. O crime ocorreu na residência do casal, na Comunidade da Rosalina, no Passaré.

Segundo a diretora do Departamento de Proteção aos Grupos Vulneráveis (DPGV), delegada Rena Gomes, os abusos sexuais aconteciam há cinco anos e a vítima chegou a revelar os estupros à mãe, mas foi agredida com uma barra de ferro. "As agressões se repetiam toda vez que a menina tocava no assunto. A mãe tinha conhecimento que o cônjuge abusava da filha, mas nada fez para protegê-la" , afirmou a delegada.

Ainda conforme Rena Gomes, a violência sexual contra a adolescente passou a ser mais frequente quando ela completou 10 anos. "A menina disse que de lá para cá piorou, tanto que ela não aguentou mais e pediu ajuda na escola", acrescenta, ressaltando que a Polícia soube do caso, após ser procurada pelo Conselho Tutelar da área, que foi acionado pelo colégio onde a garota estuda.

Em depoimento, a mãe informou que não denunciava o estupro porque temia as reações do marido. O agressor tem passagem pela Polícia por homicídio, posse e porte ilegal de arma. A adolescente e os dois filhos biológicos do casal - de 9 e 4 anos - foram encaminhados para uma instituição de proteção, enquanto o a tutela delas é decidida.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.