ESPECIAL PUBLICITÁRIO

Educação Ampliada

10:58 · 29.06.2018 / atualizado às 08:48 · 13.07.2018

Ampliar a oferta de cursos de educação profissional e tecnológica por meio de programas, projetos e ações de assistência técnica e financeira em todo o Brasil. Essa é a finalidade do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego, também chamado de Pronatec, criado em 2011.

A ampliação da oferta de cursos a distância, a ampliação do acesso gratuito a cursos de Educação Profissional e Tecnológica
(EPT) em instituições públicas e privadas e a consequente expansão das redes federal e estaduais de EPT estão entre os objetivos do Programa, voltado prioritariamente para os estudantes do Ensino Médio da rede pública, inclusive da educação de jovens e adultos, os trabalhadores, os beneficiários dos programas federais de transferência de renda e os estudantes que tenham cursado o Ensino Médio completo em escola da rede pública.

Eline Neves Braga Nascimento, Secretária de Educação Profissional e Tecnológica do Ministério da Educação (MEC), explica, nessa entrevista ao #PartiuMercado, como o programa funciona e de que forma os jovens podem participar dele.


#PARTIUMERCADO: O que é o Pronatec e como ele funciona?

Eline Neves Braga Nascimento: O Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) tem como finalidade ampliar a oferta de cursos de educação profissional e tecnológica, por meio de programas, projetos e ações de assistência técnica e financeira. Dentre seus objetivos encontram-se a expansão das redes federal e estaduais de EPT, a ampliação da oferta de cursos a distância, a ampliação do acesso gratuito a cursos de Educação Profissional e Tecnológica em instituições públicas e privadas, a ampliação das oportunidades de capacitação para trabalhadores de forma articulada com as políticas de geração de trabalho, emprego e renda e a difusão de recursos pedagógicos para a EPT.  O programa é dividido em cinco ações: Expansão da Rede Federal de Educação Profissional, Acordo de Gratuidade com o Sistema S, Brasil Profissionalizado, Rede e-Tec Brasil e Bolsa-Formação.
Cada uma tem um modo diferente de funcionamento, sempre com o objetivo de ampliar e qualificar a oferta da educação profissional.

Quem pode participar do programa?

Todos os cidadãos brasileiros podem participar do Pronatec e os requisitos estão vinculados ao requisito de ingresso de cada curso ofertado. Por exemplo, para cursos técnicos integrados e concomitantes, é preciso ter o Ensino Fundamental completo. Para cursos
técnicos subsequentes, o Ensino Médio completo. Já nos cursos de qualificação profissional ou formação inicial e continuada, há
ofertas que exigem apenas a alfabetização, enquanto outras exigem o Ensino Fundamental. 

De que forma o jovem pode participar?

É preciso ficar atento ao calendário da instituição e/ou curso de interesse de cada estudante. Os cursos são ofertados ao longo de todo ano, atendendo a calendários de cada rede ofertante. No caso da Bolsa-Formação especificamente, é possível acompanhar e se
inscrever nas vagas por meio do site http://spp.mec.gov.br/cadastro-online/meu-cadastro/, ou junto aos parceiros demandantes de vagas do Programa. 

Que tipo de cursos são oferecidos? Para o Estado do Ceará, quais são as opções? 

São oferecidos cursos técnicos e cursos de formação inicial e continuada ou qualificação profissional. No Ceará, pela
Rede Federal, há o Instituto Federal do Ceará (https://ifce.edu.br/); a Rede Estadual pode ser consultada por meio do site http://educacaoprofissional.seduc.ce.gov.br/, e no caso da Bolsa-Formação, junto aos parceiros demandantes ou pelo site http://spp.mec.gov.br/cadastro-online/meu-cadastro/. 

Qual é a importância para a carreira profissional do jovem poder participar do Pronatec?

O Pronatec trabalha com a qualificação de jovens e trabalhadores para atuarem no meio profissional. O Bolsa-Formação, por exemplo, oferece vagas oriundas de uma demanda identificada na sociedade, qualificando a oferta e entregando para o mercado de trabalho aquilo que ele precisa.A partir de uma qualificação profissional, seja curso de formação inicial e continuada ou curso técnico, o jovem terá novas oportunidades no mercado de trabalho. Ele também poderá fazer o itinerário formativo dentro de uma área escolhida. Informações completas sobre o Programa podem ser encontradas no Portal do Pronatec: http://pronatec.mec.gov.br/

NÚMERO DE VAGAS OFERTADAS
 
2011
730.913
 
2012
1.555.178
 
2013
2.650.662
 
2014
2.939.741
 
2015
1.115.095
 
2016
434.413
 
2017
598.704
 
Total
10.024.706
 
Dados de matrícula do Indicador 2782 do Simec.
 
CONTEÚDO PUBLICITÁRIO ESPECIAL
LOGOSENAI LOGO FIEC logo prefeitura logo sebrae

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.