Artigo

Visão de futuro

00:00 · 09.07.2018

Como já referido em considerações anteriores, o empreendedorismo empresarial, sem descurar do binômio sustentabilidade, se apresenta como a pronta e prática resposta a esse cenário que veio para ficar. As grandes corporações, assim como as empresas de médio porte já internalizaram esses conceitos e com ele devem se comprometer em preservar o ambiente, segundo os conceitos e princípios que avançam na direção do desenvolvimento sustentável.

Os conceitos socioambientais passam a atuar enquanto variáveis que interferem na responsabilidade social do empreendimento e como tal passam, necessariamente, a integrar as estratégias empresariais.

As experiências que se têm notícias já sinalizam avanços na constatação desses resultados, enquanto relação que se reflete a conscientização dos dirigentes, a partir de premissas de convivência com o meio ambiente.

As empresas, ao adotarem o empreendedorismo sustentável, se preparam de forma proativa para atuar no cenário atual, assim no futuro e provavelmente, com ênfase no século que se avizinha.

Neste sentido, parece justo rever e aprimorar esses conceitos - inclusive insistindo na democratização das suas premissas. O comprometimento dos dirigentes e investidores com essa questão deve se refletir no compromisso explícito das estratégias empresariais, enquanto princípio maior em favor da convivência e preservação respeitosa do meio ambiente.

Essas questões têm a ver com os princípios que devem instrumentalizar a visão estratégica do empreendimento no médio e longo prazos.

Cláudio Montenegro
Administrador

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.