artigo

Sustentabilidade

00:00 · 05.09.2018

A "Teia da Sustentabilidade", desenvolvida em Icapuí, nos remete a uma história e trajetória longas, a uma reflexão pessoal e social, misturadas a outros ingredientes. O primeiro passo é beber na fonte dos inspiradores, dos saberes e sabores locais. Como disse o poeta e dramaturgo paraibano, Ariano Suassuna: "O ser humano nasceu para ser eterno e se eterniza pela sua obra".

É o começo de uma história feita no plural. Mudar a vida de uma comunidade é construir com ela esta mudança, conhecer sua história, potencialidades e necessidades de cada território, é construir uma metodologia de trabalho. É ter inspiradores teóricos, que nos embasem científica e filosoficamente. É construir, de forma conjunta, uma proposta a partir de valores que alicercem nossas ações. Desde 2002, a Fundação Brasil Cidadão se fez presente em Icapuí, participando do Plano de Desenvolvimento Local Sustentável, na perspectiva de focar seu trabalho na Educação Ambiental. O ponto de partida foi uma pesquisa realizada com 148 jovens locais, para conhecer seus sonhos e o grau de engajamento com os problemas do município. Com a participação de vários desses jovens, formou-se a primeira equipe.

O sentimento de pertencimento, aliado ao conhecimento, gera o cuidado, traduzido na prática pelos projetos, inspirada pela Teia da Vida, de Fritjof Capra, e pela Pedagogia da Libertação, de Paulo Freire.

A "Teia da Sustentabilidade" é um programa que integra projetos complementares no mesmo território, tendo em vista o uso sustentável dos recursos naturais, com a melhoria da qualidade de vida das populações.

Leinad Carbognin
Mestre em Sociologia

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.